eb3c52f78ce3362254213324871c7984 “Minha esposa ganha mais do que eu” - Universal.org

“Minha esposa ganha mais do que eu”

Por Flavia Francellino/ Foto: Fotolia

Tem problema o fato da esposa ganhar mais do que o marido? Em A Escola do Amor Responde desta semana, veremos quando a questão salarial pode ser prejudicial à saúde do relacionamento. Confira o que os professores Renato e Cristiane Cardoso disseram ao aluno Alessandro a respeito do assunto.

Alessandro – Minha esposa tem o salário maior do que o meu. O que ganho dá para ajudar nas contas de casa e quase não sobra nada para mim. Ela fica com a maior parte das contas, mas, ao contrário de mim, sempre tem dinheiro sobrando. Mesmo sabendo o quanto ganho, fala que tenho que dar dinheiro para que ela possa fazer cabelo, unhas e outras coisas. O que devo fazer?

Cristiane – Essa é uma situação que não era para acontecer dentro de um casamento. A não ser que fossem aqueles casais em uma união estável, que estão juntos, mas não se consideram um só. São casais que pensam que cada um deve ter a sua vida, seus sonhos, etc. Mas, quando alguém se casa com outra pessoa, precisa saber que o que é dela é seu também.

Renato – O que dá para perceber, Alessandro, é que o problema principal de seu casamento não é com relação ao dinheiro. Na verdade, vocês não se veem como um. E, enquanto se enxergarem como duas pessoas, compartilhando e dividindo contas, a casa e outras coisas na vida, terão problemas e discussões sobre isso.

Cristiane – Existe uma fórmula a ser seguida e muitas pessoas não querem fazer isso. Elas querem que dois mais dois dê três, e não dá, vai dar quatro. Você não pode querer o resultado certo de uma fórmula errada. O que vocês estão vivendo é uma fórmula errada. Não tem como consertar esse problema, se a visão de vocês, quanto ao que é casamento, for essa. Mesmo que a gente fale que sua esposa precisa ter mais consideração por você, não adianta. Porque cada um tem seu dinheiro e "sua vida".

Renato – A raiz do problema é a maneira como vocês enxergam o casamento. Não há como resolver os problemas decorrentes dessa falha de visão do que é um casamento. Se a visão do casamento é falha, então, haverá falhas também no dia a dia do casamento. Se você está entendendo que a falha está em como vocês enxergam o casamento, então, pode chegar para a sua esposa e falar que vocês precisam que o casamento seja visto da forma que ele deveria ter sido feito desde o início. E a forma é os dois serem um, em tudo. Isso vale tanto para a mulher quanto para o homem que ganha mais.

Em um casamento, não interessa quem ganha mais, porque tudo é dos dois. Se ela não aceitar, você tem um problema mais sério do que ter que pagar a conta das unhas e dos cabelos dela. Agora, se quiser continuar empurrando isso, sem resolver sobre a visão, que é o principal, então precisam agir como dois sócios na questão financeira. No mínimo, devem colocar no papel o que entra e o que sai e quem é responsável por cada conta. Se você colocar no papel o que entra do seu dinheiro e do dela, quais são as necessidades de vocês e atribuir para cada um quais serão suas responsabilidades, os números falarão por si mesmos. Não será você, nem ela - serão os números que vão determinar o que vocês podem e o que vocês não podem fazer economicamente. Inclusive, temos uma sugestão. No livro Casamento Blindado 2.0, falamos sobre dinheiro, que é uma das coisas principais que dividem os casais hoje em dia. O capítulo 21 é totalmente dedicado à questão do dinheiro, e falamos sobre vários assuntos que prejudicam o casal. Também temos o site casamentoblindado.com/dinheiro. Ali tem algumas dicas de como fazer um orçamento familiar, inclusive com planilha para você baixar no seu computador. Casamento Blindado 2.0 está nas livrarias, ou você pode adquiri-lo através do site casamentoblindado.com.

A Escola do Amor Responde

Diariamente, Renato e Cristiane Cardoso esclarecem dúvidas sobre a vida amorosa. Se você deseja ouvir os podcasts com os programas apresentados por eles, acesse blogs.universal.org/renatocardoso/escola/

ler mais
Reportar erro

comentários

Carregar mais

Comunicar Erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente

Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo Web:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaela Dias, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone: (11) 2392-3372

Endereço: Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000