Menina filma pais sofrendo overdose de heroína

Por Andre Batista / Imagens: Thinkstock e Reprodução Daily Mail

Nos últimos meses, uma grande quantidade de vídeos com pessoas sofrendo overdoses de heroína tem sido divulgada na internet. Num dos mais recentes, publicado pelo jornal britânico Daily Mail e que teria sido gravado nos Estados Unidos, uma adolescente chega em casa e encontra os pais em uma situação impressionante.

Na sala de estar, em frente à televisão, o casal, completamente drogado, foi filmado pela jovem e um rapaz que a acompanhava. Durante o vídeo, a moça aponta o dedo no rosto de sua mãe e grita com ela, mas a dependente química não se mostra capaz de entender a situação.

“Eles estão totalmente chapados, não estão? Cara, você não pode aparecer assim perto das suas crianças”, condena o homem que filma.

Pouco depois, a jovem chuta o pai tentando acordá-lo, também sem sucesso, e lamenta: “Ele não pode nem sentir isso, esse é o quão drogado ele está.”

Veja o vídeo (as cenas são fortes):

Esse caso foi divulgado apenas 1 mês após a polícia de Ohio (também nos Estados Unidos) publicar as fotos de um casal, dentro do carro, sofrendo overdose de heroína, enquanto um menino de apenas 4 anos de idade presenciava a cena.

A mãe da criança foi condenada a 180 dias de prisão e perdeu a guarda do filho. O namorado, que era quem estava com ela, foi condenado a 360 dias de prisão, pois, além da posse de droga ilícita, intoxicação em público e exposição do menor, estava conduzindo o carro.

Após passagem pelo Conselho Tutelar, a criança foi colocada sob responsabilidade de seus tios-avôs, que vivem na Carolina do Sul, a quase mil quilômetros de distância de Ohio, onde morava.

Infelizmente, esses dois casos não são isolados. Atualmente, de acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), 9,2 milhões de pessoas usam heroína no mundo. 243 milhões sofrem com dependência química.

A destruição das famílias

Além da própria pessoa, o vício é um problema que afeta diretamente os familiares, como nos casos relatados acima. A menina que filma os pais, por exemplo, demonstra pouco amor por eles, pela forma como os trata, mesmo estando em overdose.

Uma pessoa viciada pode ter comportamento agressivo e/ou depressivo; roubar coisas de dentro de casa para comprar drogas; agredir física e verbalmente os mais próximos dela; e é incapaz de manter compromissos básicos, como trabalhar ou até mesmo voltar para casa, podendo desaparecer por dias. Além do risco do envolvimento com traficantes.

Mas a boa notícia é que vício tem cura, e para todos os casos. Saiba como participando do Tratamento para cura dos vícios. Você também pode levar alguém que precisa dessa cura.

ler mais
Reportar erro

comentários

Carregar mais

Comunicar Erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente