Leão ataca o próprio domador na França

Por Andre Batista / Imagem: Fotolia

O domador de leões Steeve Loberot, de 30 anos, esteve perto de perder a vida no último dia 7 de maio. Preso dentro de uma jaula com os animais selvagens durante uma apresentação circense na cidade de Doullens, no norte da França, ele não percebeu a revolta de um dos leões até que o bicho já estivesse em cima dele. O ataque foi rápido e assustador, e o domador só foi salvo graças à intervenção de outras pessoas, que atordoaram o leão.

O público correu para fora do circo, mas a espectadora Sevda Binici conseguiu filmar parte da cena, como você pode ver abaixo:

Ao jornal inglês The Sun, Sevda afirmou: “É a minha filha de 6 anos que aparece gritando no vídeo. Ela chorou a noite toda. Todos nós achamos melhor sair do local.”

O domador irracional

Steeve Loberot conhecia os perigos de entrar em uma jaula com animais tão fortes e ferozes quanto os leões, mesmo assim, assumiu o risco. Ele acreditou na própria capacidade de permanecer bem em um ambiente tão inóspito. O resultado foi natural.

Da mesma maneira que Loberot, muitas pessoas se colocam em situações de risco acreditando que são capazes de controlar todas as circunstâncias ao redor:

- Ex-alcoólatras vão àquele churrasco, no qual todos os outros estão tomando uma cervejinha, mas afirmam que não beberão;

- Homens casados vão para baladas “curtir a música”, acreditando que não se interessarão por mulher alguma, independentemente de como se vistam ou dancem;

- Mulheres saem com “amigas” que passam o dia inteiro inventando histórias sobre outras pessoas, mas afirmam que não vão espalhar boatos...

Enfim, a lista de “domadores” é longa, e nenhuma dessas atitudes é racional. Como a Bíblia afirma: “Maldito o homem que confia no homem, e faz da carne o seu braço, e aparta o seu coração do Senhor!” Jeremias 17.5

O “homem que confia no homem” não significa apenas aquele que ouve mais outras pessoas do que a Deus, mas também aquele que confia mais em seu próprio "taco" do que na Palavra do Senhor.

“Nenhum ser humano, e nada criado por ele, pode ser absolutamente confiável”, explica o bispo Renato Cardoso.

Como Steeve Loberot quis domar o leão, muitas pessoas querem domar o pecado. Colocam-se em situações nas quais confiam na própria força contra a força do diabo. No entanto, o mal também é forte e feroz. Ele ataca de maneira rápida e, muitas vezes, irreversível.

Não tente domar o pecado. Participe das reuniões da Universal e descubra como se manter longe do mal. Encontre o endereço do templo mais próximo da sua casa aqui.

ler mais
Reportar erro

comentários

Carregar mais

Comunicar Erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente