Homem processa esposa por não ser tão bonita

Da Redação / Fotos: Thinkstock

A beleza é fundamental. Mas quando afirmamos isso, devemos saber de qual beleza estamos falando. No caso de um algeriano, recém-casado, a beleza exterior é a essencial. A história desse desconhecido homem foi destaque nos jornais do norte da África, onde fica a Argélia. Ele recentemente processou a esposa por ela não ser tão bonita quanto aparentava antes do casamento.

Segundo o algeriano, no dia seguinte ao matrimônio, quando acordou ao lado da esposa, ela estava tão diferente, que ele não conseguiu reconhecê-la sem maquiagem, chegando a confundi-la com um ladrão. Agora, ele pede ao tribunal de justiça do país 20 mil dólares (cerca de R$ 80 mil) porque acredita ter sido enganado pela mulher, que antes parecia muito atraente.

A história acima pode parecer uma brincadeira, uma piada de mau gosto contra as mulheres. Contudo, ela é real. Ainda existem pessoas que priorizam o exterior em vez do interior, principalmente nos relacionamentos amorosos. A beleza exterior é relativa. O que é bonito para uns não é para outros. Já a beleza interior é bonita para todos.

Uma beleza que completa a outra

De nada adianta roupas da moda, ou maquiagem em excesso, quando não há um bom conteúdo interior que permita um homem valorizar e admirar uma mulher, e vice-versa.

Segundo o bispo Edir Macedo afirma, “a beleza é relativa porque acaba depois que você a prova” (...) Mas quem pensa e enxerga com os olhos de Deus não foca o lado externo, não foca só o sexo, e sim o que há dentro da esposa ou do marido, que é o que continua depois do período da lua de mel.”

“Porém o Senhor disse a Samuel: Não atentes para a sua aparência, nem para a sua altura, porque o rejeitei; porque o Senhor não vê como vê o homem. O homem vê o exterior, porém o Senhor, o coração”, diz a Bíblia em 1 Samuel 16.7

Ainda segundo o bispo Macedo, “Quando o rapaz é espiritual, ele nota a beleza da moça, mas não se deixa levar por ela. A mesma coisa acontece com a moça quando é espiritual, ela nota a beleza do rapaz, contudo, atenta para a visão de Deus”.

Isso não quer dizer que Deus despreze a beleza exterior. O nosso corpo é templo do Espírito Santo, por isso, é importante cuidar dele da melhor maneira possível. Cristiane Cardoso, em seu blog, explica mais sobre isso: “Sim, seu exterior diz muito sobre seu interior. E no casamento, contrário ao que muitos pensam por aí, sua beleza não deixa de ser importante porque agora alguém lhe ama como você é. Tanto o marido como a esposa representa um ao outro. E a aparência é a forma visual dessa representação. Então quer dizer que para o meu marido me amar eu tenho que ser bonita e estar sempre com uma cara boa? – você pergunta. Claro que não! Mas será que é tão difícil assim fazer isso por ele e pela sua família? Será que se arrumar vai lhe quebrar o braço? Será que cuidar do seu peso, da sua pele, suas unhas e seus cabelos vai lhe fazer tão mal assim? Sem contar que quando cuidamos de nós mesmos, nossa autoestima vai lá em cima! Pois, com o amor próprio vem o amor alheio. As pessoas começam a nos elogiar, principalmente os da própria casa.”

Se você ainda tem dúvidas sobre o assunto ou como agir em seu relacionamento amoroso, participe das palestras da Terapia do Amor, que acontecem todas as quintas-feiras. Clique aqui para localizar o endereço de uma Universal mais perto de você.

ler mais
Reportar erro

comentários

Carregar mais

Comunicar Erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente