Grupo reúne mais de 40 mil jovens no Nilton Santos

Por Michele Francisco / Fotos: Mídia FJU

Muitos jovens que estiveram na presença de Deus e, por algum motivo, desistiram de seguir o caminho da fé vivem no mundo da criminalidade e dos vícios. Eles sofrem e não sabem o que fazer para buscar a verdadeira Salvação. Foi pensando neles que a Força Jovem Universal (FJU) do Rio de Janeiro realizou o evento "Vale a pena viver: o reencontro", no dia 22 de outubro, no Estádio Nilton Santos.

“A proposta do evento foi conscientizar os jovens de que é possível viver sem se entregar às drogas e aos prazeres que este mundo temporariamente oferece a eles. Mas, muito mais do que isso, esse evento foi um convite a todos os jovens que estavam no nosso meio e que, por um motivo ou por outro, se desviaram e experimentaram as dores de uma vida longe da presença de Deus. Por isso, nós realizamos este evento, para que eles saibam que aqui, na FJU, eles têm valor e que nós não os julgamos pelos erros cometidos”, afirmou o bispo Dayvid Windson, responsável pela FJU do Estado do Rio de Janeiro.

Arte e educação

“Da África para o Brasil, a história que ninguém viu” foi o tema da apresentação artística que abriu o evento. Com produção do projeto Cultura, que integra o grupo, foi apresentada aos jovens a origem da cultura africana, além de danças com ícones da cidade do Rio de Janeiro e de costumes do povo carioca.

“Tivemos o desfile das delegações dos projetos mostrando o leque de vantagens oferecidas pela FJU e uma partida de futebol. Mas o mais marcante foi o momento da oração com os bispos Marcello Brayner, Jadson Santos e Sergio Corrêa, que deixaram uma palavra de incentivo e ânimo para todos os presentes. Tenho certeza de que todos os jovens saíram de lá convictos de que podem alcançar seus objetivos, porque são fortes”, disseram os bispos.

Além das apresentações artísticas, o evento realizou a tradicional partida de futebol, que contou com a participação do ex-jogador Donizete do jogador Edno Roberto, do América mineiro, juntamente com os bispos Marcello Brayner, Jadson Santos e Sergio Corrêa, que abrilhantaram ainda mais o jogo.

A alegria no rosto dos jovens que participaram das danças e de toda a produção do evento era notória, pois muitos deles estavam descrentes e sem perspectiva de vida. Entretanto, na FJU, tiveram a oportunidade de desenvolver os seus talentos.

“Quando eles chegam, percebem o quanto somos incentivadores. Nós acreditamos em todos os que chegam aqui. Seus talentos são amplamente usados para seu crescimento físico, profissional e espiritual. A frase ‘nós acreditamos em você’ não é apenas o slogan da FJU, é o nosso lema. Nós ajudamos e valorizamos todos os jovens”, concluiu o bispo Marcelo Brayner, responsável pela FJU no Brasil.

ler mais
Reportar erro

comentários

Carregar mais

Comunicar Erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente