Filme “Nada a Perder” chega ao Complexo Penitenciário de São Luís

Por Daniel Cruz / Fotos: Cedidas

Aos poucos, os voluntários do grupo Universal nos Presídios (UNP) separam as cadeiras brancas de plástico.

O ambiente, que geralmente é utilizado para o chamado “banho de sol” dos internos, escurece com o anoitecer e logo é envolvido por uma luz amarelada. Enquanto isso, as estruturas metálicas de um telão são armadas e as caixas de som e toda a fiação são instaladas.

O local é o Complexo Penitenciário de São Luís, no Maranhão (foto acima). E ali, será exibido o filme “Nada a Perder”, que conta a trajetória do Bispo Edir Macedo e o contexto de fundação da Universal.

Essa, realizada no dia 2 de abril, é a segunda sessão do longa que ocorre dentro de um presídio – a primeira foi realizada no Centro de Detenção Provisória (CDP) Pinheiros, na Zona Oeste da cidade de São Paulo.

Ao todo, cerca de 340 internos tomam seus lugares nas cadeiras brancas para conferir o filme.

Os internos, diretores e agentes da penitenciária ficam maravilhados com a história de superação do Bispo Macedo e se sentem felizes por receberem a visita da caravana.

Para um dos internos, de 21 anos, que terá aqui a sua identidade preservada, a história reproduzida na tela lhe provocou uma reflexão. “Esse filme mexeu muito comigo, me fez repensar as minhas atitudes e que devo valorizar mais a minha vida espiritual”, disse.

O Pastor Venino Aragão, um dos responsáveis pela realização do evento, explicou qual foi a intenção de levar o filme para dentro da penitenciária: “É um filme que transmite fé e motivação a todos os que assistem. Uma semente de vida é plantada dentro de cada um, de acordo com cada necessidade.”

Quando ocorreu a estreia do filme em todo o País, no dia 29 de março último, o Secretário de Administração Penitenciária, Murilo Andrade de Oliveira, também assistiu ao filme e destacou para os voluntários do UNP que é importante que os internos conheçam a história retratada no longa.

Mais duas sessões

Além dessa sessão, também ocorreram outras duas no mesmo Complexo.

Em uma delas compareceram cerca de 120 internos, que no momento do evento especial receberam uma oração do Pastor Marco Aurélio, que participa da realização da programação de rádio “Momento do Presidiário” (foto acima).

E no dia 4 de abril, cerca de 200 internas, da Unidade Prisional de Ressocialização Feminina de São Luís, também assistiram o filme (foto ao lado). A Secretária Adjunta de Atendimento e Humanização Penitenciária, Kelly Cristina Carvalho, o Gestor de Atendimento da Humanização Penitenciária, Rafael Moura, e a Diretora Geral da Unidade, Aldaires de Azevedo da Silva, que participaram da exibição, elogiaram a iniciativa.

O projeto “Cinema Solidário” - que leva o filme “Nada a Perder” às penitenciárias, comunidades remotas, orfanatos e casas de repouso – continuará as exibições pelo País.

Leia também: Maior estreia nacional de todos os tempos ler mais
Reportar erro

comentários

Carregar mais

Comunicar Erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente

Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo Web:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaela Dias, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone: (11) 2392-3372

Endereço: Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000