Famoso árbitro do UFC visita o Templo de Salomão

Por Eduardo Prestes / Fotos: Demetrio Koch

Não é por acaso que Mario Yamasaki (foto ao lado, à esq.), de 53 anos, famoso árbitro do Ultimate Fighting Championship, ou UFC, como é popularmente conhecida essa modalidade esportiva, visitou o Templo de Salomão antes da virada do ano, pois este é o período em que muitos reservam um momento para reavaliar sua trajetória de vida e também para buscar a Deus, além de se fortalecer para o que vem no ano novo.

O santuário em São Paulo é muito procurado como um espaço de reflexão e renovação dos laços sagrados. Diariamente, o Templo de Salomão recebe a visita de milhares de pessoas. Muitas delas estão em busca de mudanças permanentes em todas as áreas de suas vidas. São pessoas de vários Estados brasileiros e de diversos países, nos pontos mais distintos do globo, que são atraídas não só pela grandiosidade e beleza do Templo.

Yamasaki já queria visitar o local que é considerado o maior santuário do País e um dos maiores do mundo, mas, por ter uma agenda de trabalho muito apertada, ainda não havia encontrado uma oportunidade. Nascido em São Paulo, ele é de uma família que ensina artes marciais no Brasil há várias gerações. O professor se tornou afiliado ao UFC quando ajudou a entidade a organizar o primeiro evento no País.

Visita guiada

Acostumado a viajar pelo mundo todo, em virtude de sua profissão, que é atuar como juiz em disputas dessa modalidade, Yamasaki aproveitou uma folga de final de ano para conhecer o local ao lado de sua família. A forma encontrada por eles foi participar de uma visita guiada.

Eles realizaram o chamado Passeio Bíblico e foram apresentados aos mais belos recantos do santuário por um guia, que de forma didática lhes explicava o significado de cada local visitado e lhes falava da importância deles.

Durante aproximadamente uma hora, o guia Luan Vilvert (foto acima) levou Yamasaki e sua família para uma experiência única: conhecer um pedaço da Terra Santa no coração do Brasil em uma espécie de viagem no tempo, que incluiu a passagem pela réplica fiel do Tabernáculo de Moisés, pelo Memorial dos Templos de Jerusalém e pelo Jardim das Oliveiras Centenárias.

Impressões do Templo

Depois da visita, Yamasaki avaliou o passeio e falou das impressões que teve e permanecerão com ele. “Eu achei excelente. É importante reviver a história bíblica. E o recurso visual ajuda a gravá-la na memória”, disse.

Outro detalhe que chamou atenção de Yamasaki e sua família foi o tamanho do Templo. “Eu não conhecia o tabernáculo. Aprendi algo novo hoje. Acho que o tamanho de tudo, essa imponência do Templo no meio de São Paulo, é excelente, ele é muito bonito e impressionante”, afirmou.

Para quem ainda não foi ao maior santuário do Brasil, Yamasaki aconselha que conheça o local. “Recomendo a visita. Vou trazer mais pessoas aqui porque acho isso interessante. Todo mundo tem que ter pelo menos um pouquinho de fé dentro de si porque sem ela não fazemos nada. Não podemos perder a fé e a esperança de que aconteça alguma coisa nova. Estou aqui para que em 2017 a gente comece uma vida nova. Limpando a alma e sempre fortalecendo nossa vida”, declarou.

Para os que ainda não foram ao Templo de Salomão, o maior santuário do Brasil, participe de uma reunião. Saiba mais pelo site www.otemplodesalomao.com. E para informações sobre a visita guiada ao Jardim Bíblico visite o site
www.jardimbiblico.com

Colaborou: Cauê Frota

Veja as novas instruções para participação nas reuniões do Templo de Salomão clicando aqui. Para obter outras informações, você também pode entrar em contato com a Central de Informações do Templo de Salomão: (11) 3573-3535 ou info@otemplodesalomao.com.

ler mais
Reportar erro

comentários

Carregar mais

Comunicar Erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente