"Dia da Paz" na Namíbia

Por Sabrina Marques / Fotos: Cedidas

No último dia do mês de abril, mais de 20 mil pessoas compareceram ao estádio Sam Nujoma, em Windhoek, capital da Namíbia, para participar do evento denominado “Dia da Paz”, que foi promovido pela Universal.

Um dia antes, pessoas vindas de várias partes do país chegavam ao local para poder garantir o melhor lugar. Nem mesmo o sono e cansaço de alguns impediram que o gramado e as arquibancadas do estádio ficassem lotados.

O evento foi comandado pelo bispo Alaor Passos, que há 1 ano e meio vem realizando o trabalho evangelístico da Universal na Namíbia. Durante a concentração, todos os presentes receberam a paz que vem de Deus, por meio de orações e da Palavra de fé, descrita nas Sagradas Escrituras:

“Mas Ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniquidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre Ele, e pelas Suas pisaduras fomos sarados. Isaías 53.5

“Muitos estão sendo castigados pelas doenças, miséria, sofrimento na família, mas existe uma promessa de que o Senhor Jesus já recebeu esse castigo, para que a paz entre em nossas vidas, então, vamos ao pé da cruz e vamos tomar posse dessa promessa e sair desse lugar com essa paz prometida dentro de nós”, disse o bispo.

Quebrando tradições

O principal foco do trabalho da Universal é ganhar almas para o Reino de Deus e, por isso, as suas portas sempre estão abertas para aqueles que desejam ter uma transformação de vida. Por isso, foi com imenso prazer que, durante o evento, a Universal recebeu integrantes da tribo Himba (foto ao lado), um dos poucos grupos étnicos na África que ainda mantêm as suas origens.

A tribo migrou da Angola para a Namíbia no início do século 16, na época conhecidos como hereros. No final do século 19 foram divididos em duas tribos, os hereros e os himbas.

Por mais de 30 anos o chefe da tribo Himba em Windhoek, Mutaa-Uombanda Kapika, sofreu com fortes dores na região do abdômen e, após participar de uma reunião na Universal, foi curado. Maravilhado, ele decidiu entregar a sua vida nas mãos de Deus, por meio do batismo nas águas. Ele autorizou a todos os membros da tribo que sofrem de qualquer enfermidade a também participarem das reuniões. Hoje são aproximadamente 50 himbas frequentando a Universal.

Gostou da matéria? Compartilhe nas redes sociais.

Veja na galeria abaixo mais fotos do evento:

ler mais
Reportar erro

comentários

Carregar mais

Comunicar Erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente