Bíblia ‘amigável gay’ elimina homossexualidade como pecado

Por Taís Gomes / Foto: Reprodução Huffington Post

Já lançada em 2012, nos Estados Unidos, a primeira ‘Bíblia Gay’, que tem na capa uma cruz com as cores do arco-íris – símbolo LGTB –, terá versão similar no Brasil este ano, de acordo com o site do autor do projeto brasileiro, pastor Marvel Souza, responsável pela igreja inclusiva “Cidade de Refúgio”, no Distrito Federal. Na nova “Bíblia Comentada Graça Sobre Graça" (popularmente intitulada como “Bíblia gay”) o diferencial serão os comentários bíblicos pró-LGTB. Defensor da homossexualidade, Marvel já pertenceu a igrejas tradicionais e agora comanda o próprio ministério, ao lado do marido presbítero Raphael Lira.

A edição publicada quase três anos atrás é descrita no site de compras Amazon.com como “Bíblia rainha James” (Queen James Bible – QJV), aludindo a uma versão contrária da tradicional e conhecida Bíblia “Rei James” (King James Version - KJV), que seria um rei bissexual, conforme os editores do site e reproduzido também pelo jornal norte-americano Huffington Post. Embora o rei tenha se casado com uma mulher, teria tido relações homossexuais, sendo chamado por amigos da corte como ‘rainha James’.

O site anuncia também que a Bíblia é ideal para ser dada como presente, usada em cerimônias, estudos e para todas as ocasiões. “Você não pode escolher sua sexualidade, mas pode escolher Jesus e agora uma Bíblia também”, sugere os editores.

Ao longo do livro, vários versículos que abordam a homossexualidade foram reescritos. Enquanto a passagem de Levítico 18:22 (KJV) afirma: Com homem não te deitarás, como se fosse mulher; é abominação”. A nova versão QJV aparece alterada; Não te deitarás com a humanidade como se fosse mulher no templo de Moloque: isso é uma abominação” (pág. 75).

“A Bíblia Rainha James procura resolver quaisquer interpretações da Bíblia que se refira à homossexualidade. Nós editamos oito versículos de um jeito que seja impossível fazer alguma interpretação homofóbica”, explicou os autores na página do Amazon.

É aceitável alterar os textos bíblicos?

Tanto a Bíblia Comentada quanto a Bíblia gay estão sendo repercutidas pelo público cristão ou não. Contudo, no livro de Apocalipse, há um aviso para os que tentarem fazer quaisquer alterações na Bíblia Sagrada:

Eu, a todo aquele que ouve as palavras da profecia deste livro, testifico: Se alguém lhes fizer qualquer acréscimo, Deus lhe acrescentará os flagelos escritos neste livro; e, se alguém tirar qualquer coisa das palavras do livro desta profecia, Deus tirará a sua parte da árvore da vida, da cidade santa e das coisas que se acham escritas neste livro”- Apocalipse 22:18.19

O que você acha sobre essas novas versões da Bíblia? Compartilhe conosco sua opinião nos comentários.

ler mais
Reportar erro

comentários

Carregar mais

Comunicar Erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente