As consequências de maus exemplos na vida amorosa

Por Ana Carolina Cury / Fotos: Arquivo Pessoal

A ausência de uma base familiar na infância pode resultar em grandes danos para a vida amorosa. Foi o que aconteceu com Carolina da Silva Branco (foto ao lado), de 25 anos, recepcionista. “Vivi uma infância conturbada. Minha mãe não me aceitou quando nasci. Não conheci e não conheço meu pai. Fui criada por minha avó e ela era muito rígida”, conta a jovem.

Não demorou muito para que ela sentisse na pele as consequências dessa fase conturbada. “Com 13 anos comecei a namorar o Leandro, meu atual esposo. Um mês depois fomos morar juntos. Vivemos um relacionamento extremamente turbulento, com traição da minha parte. Era uma maneira – na minha cabeça – de tentar buscar a atenção que não tinha em casa”, revela Carolina.

Leandro Felicio Branco da Silva, de 28 anos, porteiro noturno, também não teve bons exemplos de vida amorosa na família. “Desde criança, passei muitas dificuldades familiares. Meus pais brigavam muito e meu pai era alcoólatra. Por conta dos problemas em casa, por revolta e infelicidade, fugi de casa com 16 anos e fui morar no bairro onde conheci a Carolina”, se lembra.

A transformação

Após confessar a traição ao parceiro, ambos decidiram buscar ajuda. “Na ‘Terapia do Amor’ aprendemos a superar as dificuldades no relacionamento. Entendemos que precisávamos superar os traumas do passado, da nossa criação. Me curei interiormente e isso refletiu em minhas atitudes. Entendemos, por meio das palestras, a importância de nos casarmos de verdade”, diz Carolina.

Eles escolheram a Universal de Florianópolis, em Santa Catarina, para se casar. Leandro lembra como foi o momento: “nosso casamento foi uma bênção. Quando subimos ao Altar, vimos um sonho se materializando, quase não deu para conter as lágrimas e a emoção”. E conclui: “oficialmente, estamos casados há três meses e a ‘Terapia do Amor’ é nossa manutenção semanal, não vamos parar nunca de participar das palestras”.

Para saber mais como resolver os problemas da vida amorosa, participe das palestras da Terapia do Amor, todas às quintas-feiras, em uma Universal mais próxima de você. A cada palestra, casais, noivos, namorados e solteiros aprendem sobre o amor inteligente e como desenvolver o relacionamento a dois.

ler mais
Reportar erro

comentários

Carregar mais

Comunicar Erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente