eb3c52f78ce3362254213324871c7984 A paixão não foi capaz de impedir as brigas - Universal.org

A paixão não foi capaz de impedir as brigas

Por Ana Carolina Cury / Fotos: Demetrio Koch

Maria Estelina Lourenço, de 30 anos, e Márcio Ricardo Silva de Sousa, de 35 anos (foto a dir.), não pensaram duas vezes antes de iniciar um relacionamento, logo que se conheceram.

A paixão foi tão arrebatadora que Maria e Márcio, mesmo namorando outra pessoa, decidiram se conhecer melhor, terminar o relacionamento em que estavam e ficar juntos. “Nos conhecemos por meio do irmão dele. Eu e o Márcio estávamos namorando, mas decidimos terminar nosso relacionamento para ficarmos juntos. Namoramos por dez anos e moramos juntos durante sete, mas aquela paixão toda do início do relacionamento não foi capaz de impedir as brigas e o ciúme constante”, conta Maria.

Os problemas entre o casal

Márcio conta que atitudes consideradas bobas eram motivo para grandes discussões. “Se ela dissesse que chegaria em determinado horário e atrasasse alguns minutos, isso já era razão para eu ficar extremamente nervoso e brigarmos muito”, diz.

Ela resolveu buscar ajuda na Universal. “Por causa dos nossos desentendimentos constantes fui em direção a Deus na Igreja, de onde eu estava afastada. Chegando lá, o Pastor me convidou para conhecer a Terapia do Amor. Aceitei por curiosidade e convidei o Márcio para ir comigo.”

Ao frequentarem as palestras, os dois perceberam que as brigas e discussões se davam em razão da insegurança que tinham, por terem iniciado o namoro da forma errada e por tudo o que viveram nos relacionamentos anteriores. “Entendi que, por eu ter sido traída no passado e por ele ter ficado comigo quando ainda namorava outra pessoa, inconscientemente, tinha medo que isso pudesse se repetir e eu fosse traída”, revela Maria.

Depois de resolverem os problemas interiores, eles decidiram oficializar a união diante das pessoas e de Deus. “Já morávamos juntos, mas não tínhamos apresentado nosso casamento a Deus, no Altar. Determinamos que em 2018 nos casaríamos e receberíamos a bênção do Altíssimo. E assim aconteceu. Nos casamos no dia 23 de março no civil e no dia 31 de maio no Altar do Templo de Salomão, na Celebração dos Casamentos”, conta Márcio.

A data foi muito especial para o casal. Hoje eles sabem como agir um com o outro, têm sabedoria para conduzir o relacionamento e estão vivendo um casamento de verdade. “Foi um sonho realizado e, posso dizer, que hoje entendemos a importância do casamento e de cuidar do interior para conseguir viver a vida amorosa da forma que ela deve ser: inteligente e feliz”, finaliza Maria.

Vida amorosa

Para saber mais como resolver os problemas da vida amorosa, participe das palestras da Terapia do Amor, todas às quintas-feiras, em uma Universal mais próxima de você. A cada palestra, casais, noivos, namorados e solteiros aprendem sobre o amor inteligente e como desenvolver o relacionamento a dois.

ler mais
Reportar erro

comentários

Carregar mais

Comunicar Erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente

Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo Web:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaela Dias, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone: (11) 2392-3372

Endereço: Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000