A CNH está de cara nova

Por Maiara Máximo / Foto: Reprodução: Departamento Nacional de Trânsito (Denatran)

Com os requisitos de segurança atualizados, a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) está de cara nova. As mudanças foram determinadas e divulgadas pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran) e estão em vigor desde o dia 2 deste mês.

Quem tem o modelo anterior da habilitação não precisa trocá-lo imediatamente. Neste caso, o condutor atualizará a CNH apenas no momento da renovação, após a data de vencimento do documento.

As unidades do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) em todo o território nacional deverão expedir o documento com novo desenho e sem custo adicional. O condutor pagará apenas o valor da CNH, que varia de acordo com o Estado de emissão. Para saber o valor, o motorista precisa verificar o custo cobrado pelo Detran do seu Estado.

Mudanças

Entre as principais mudanças está a presença do mapa do Estado responsável pela emissão do documento na tarja superior, do lado direito. (confira algumas modificações na imagem ao lado).

O verso da CNH ficará mais amarelado e alguns elementos gráficos, como números, poderão ser conferidos apenas com luz ultravioleta. Brasões da República serão impressos e só serão vistos com o uso de luz negra.

Entre os itens de controle estão um código de barras personalizado, mais elementos em relevo e em microimpressão, como o guilhoche (aquela tarja no topo do documento). Com o código de barras, os agentes de trânsito poderão consultar o documento de forma rápida, por meio de um aplicativo no celular.

A intenção é inibir as falsificações no documento e trazer ainda mais segurança para o condutor.

ler mais
Reportar erro

comentários

Carregar mais

Comunicar Erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente