A Ciência e a existência de Deus

Por Rafaella Rizzo / Foto: ThinkStock

Por mais de 1 século a Ciência e a religião “brigaram” quando o assunto era o surgimento do Universo. A religião afirmando que Deus é o Autor da vida e Criador de tudo que existe, como a Bíblia descreve nos primeiros capítulos do livro de Gênesis. E a Ciência dizendo que o acaso iniciou o Big Bang, dele surgiram os planetas e que a vida evoluiu por milhões de anos até a natureza se formar, baseando-se também na teoria do evolucionismo, de Charles Darwin.

Porém, um ramo da Ciência se recusa a acreditar que a perfeição e complexidade da natureza e da vida são obras do acaso, sendo, na verdade, fruto da existência de um ser e inteligência superiores.

A nova linha de pesquisa é conhecida como Design Inteligente (DI) e, recentemente, no Brasil, ganhou espaço na Universidade Mackenzie, uma das maiores de São Paulo. O núcleo de pesquisa em Ciência, Fé e Sociedade, como é chamado, tem parceria com instituições norte-americanas e tem todo o material para dizer com convicção que existe, sim, uma mente brilhante por trás de toda a criação.

O “Domingo Espetacular”, da Record TV, exibiu, no último dia 14 de maio, uma matéria abordando o assunto. Confira abaixo:

“No princípio criou Deus o céu e a terra. E a terra era sem forma e vazia; e havia trevas sobre a face do abismo; e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas. E disse Deus: Haja luz; e houve luz” , diz a Bíblia em Gênesis 1.1-3.

Para os que creem, aí está o início de tudo: o Big Bang na verdade é a ordem de Deus: “Haja luz”.

Gostou? Compartilhe nas redes sociais.

ler mais
Reportar erro

comentários

Carregar mais

Comunicar Erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente