A ajuda que os amantes precisam

Por Andre Batista / Imagem: Thinkstock

Quem comete um erro, geralmente, evita falar sobre o assunto. O incômodo de lembrar do equívoco faz com que aquele momento seja revivido várias vezes e a dor se torne quase insuportável. Agora, se isso acontece com quem cometeu um único erro, imagine como se sentem as pessoas que vivem em erro há muito tempo.

Em seu blog pessoal, o escritor Renato Cardoso explica que, por causa da vergonha que cometer um erro normalmente traz, procuramos evitar ao máximo falar sobre o que aconteceu. “O que queremos é logo voltar nossa atenção para outras coisas. E se alguém toca no assunto, somos rápidos em nos defender, jogar a culpa em outro e logo mudar a conversa de rumo. É um mecanismo de autodefesa. ”

E é com esse mecanismo que milhões de amantes se defendem quando alguém diz que eles estão errados. Quem nunca ouviu frases como “Se ele tem uma amante, a culpa é da esposa” ou “Ela encontrou fora de casa o que o marido não podia oferecer”? Frases que se tornam ferramentas para justificar o injustificável, para racionalizar atitudes que, os próprios amantes sabem, estão erradas.

Por que é errado?

Todos os dias a sociedade é bombardeada por produtos culturais que romanceiam a infidelidade, fazendo dela algo mais bonito do que realmente é. Novelas, músicas, filmes, livros... Infinitos produtos influenciando as pessoas para que elas achem “normal” alguém trair. Mas isso não é normal. Ao contrário: é exatamente contra as normas estabelecidas quando duas pessoas resolvem ficar juntas. E mais: é contra as normas e regras estabelecidas pela Palavra de Deus.

Ouvistes que foi dito aos antigos: Não cometerás adultério.
Eu, porém, vos digo, que qualquer que atentar numa mulher para a cobiçar, já em seu coração cometeu adultério com ela. Mateus 5:27,28

Essas são palavras do próprio Senhor Jesus, orientando às pessoas a não estabelecerem relacionamentos extraconjugais. Isso foi dito para proteger o próprio homem. Ser infiel não apenas sentencia à morte eterna, como também traz infelicidade durante a vida na Terra.

“Querer o que não é seu é querer problemas que nunca terão fim. Se ele trair a mulher por causa de você, vai lhe trair por causa de outra mulher”, afirma Cristiane Cardoso. O mesmo vale para o caso inverso.

Se você tem alguma dúvida sobre os inúmeros transtornos com os quais um amante sofre, participe da Terapia do Amor, que acontece todas as quintas-feiras, na Universal, e entenda melhor sobre o assunto.

Liberdade para quem quer se libertar

Ser amante é tão ruim que milhões deles querem abandonar essa vida, mas não conseguem fazer isso sozinhos. Alguns até acreditam que, se erraram uma vez, terão que carregar esse peso para sempre, o que não é verdade.

“Não importa a marca que puseram em você ou o que você tenha feito no passado, você pode transformar isso em algo especial. Tudo depende de sua atitude frente a isso. Você pode ficar parado e aceitar que já não tem mais jeito ou olhar para frente, tomar atitudes corretas, dar um bom testemunho e mudar o significado da sua vida”, afirma Renato Cardoso.

Para aqueles que resolveram interromper essa vida de sofrimento imediatamente, a Universal realizará, na próxima sexta-feira, orações especiais. Se você está cansado de ser “o outro” ou “a outra”, participe de uma reunião da Universal e aprenda a se libertar desse mal que está arruinando sua vida.

Assista ao vídeo abaixo e saiba mais sobre a reunião de Libertação que acontece na Universal:

ler mais
Reportar erro

comentários

Carregar mais

Comunicar Erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente

Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach e Eliana Caetano

Editora de Conteúdo Web:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Maria do Rosário, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone: (11) 3321-5244

Endereço: Rua dos Missionários, 139, Santo Amaro - São Paulo (SP)

Cep: 04729-000