Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Projeto Raabe | 2 de junho de 2015 - 12:21


Uma porta chamada perdão

O perdão é o passo mais importante para a pessoa se desprender de tudo que aconteceu no passado e viver uma nova vida.

Para entender melhor o que é viver sem perdão foi proposto a um grupo de mulheres que colocassem uma pedra nos seus pés e tentassem andar com ela. Todas reclamaram que essa pedra doía e incomodava e que não podiam andar muito com esse grande incômodo.

Assim como é difícil viver com essa pedra também é difícil viver sem perdoar e que isso sempre vai nos atrapalhar a ter um futuro.

Perdoar é um ato de razão e não um sentimento, quando a pessoa age com raiva, ódio, rancor e mágoa ela age com sentimentos e assim fica impossível perdoar, mas quando se coloca a razão acima de todos esses sentimentos fica mais fácil perdoar, pois a pessoa passa a entender que o perdão é o primeiro passo para curar o seu interior.

Cada pessoa pode escolher entre dois caminhos, o da razão, que é perdoar e o do sentimento, que é agir com raiva, ódio etc. esse último tira as forças já a razão nos impulsiona.

Deus deixou em nós esse dom de perdoar e quando não tomamos essa atitude é o mesmo que deixar de confiar em Sua justiça e assim o impossibilitamos de agir.

Algumas pessoas acham que quando se perdoa estamos inocentando o outro, porém não é assim, perdoar é orar e abençoar o outro, mas não significa dizer que precisamos conviver com essa pessoa e sermos melhores amigos. Nós perdoamos para nos desfazer do peso que carregamos ao longo da vida e assim possamos seguir em frente. A maior beneficiada pelo perdão somos nós mesmas.

Depois do perdão é hora de seguir em frente, o primeiro passo é traçar metas e determinar que não será mais a mesma mulher de hoje em diante. O mais importante é a mulher jogar fora tudo que a faz lembrar o passado e renovar a si mesma e tudo ao seu redor. Depois ela pode retomar a sua vida e o principal, ter uma aliança com Deus.

Esse assunto ainda mexe com os sentimentos de muitas mulheres, mas nas reuniões do Projeto Raabe muitas puderam se abrir e expor tudo que vêm sentindo ao longo dos anos, foi visto o desejo e o anseio de muitas para se libertarem dos sentimentos e aprender a perdoar.

Colaborou Mídias Raabe Goiás

 

 


reportar erro