Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Godllywood - Girls | 29 de outubro de 2019 - 00:00


De mãe para mãe: tardio para se irar

“Sabeis estas coisas, meus amados irmãos. Todo homem, pois, seja pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para se irar.” Tiago 1:19

Querida mãe,

como estamos falando nos posts anteriores em ser pronto para ouvir (clique aqui), tardio para falar (clique aqui), e hoje finalizando, tardio para se irar. O que quer dizer isso?

Quando você ouve seu filho (a) não deve irar-se, gritar, dar sermão, pôr de castigo, xingar, enfim… Você deve sim, repreender se necessário, mas o mais sábio e interessante é orientar, mostrar as consequências que vão ocorrer e o que pode acarretar no futuro.

É muito importante que seu filho (a) saiba que sempre em suas escolhas, sejam boas ou ruins terão consequências, em algumas vezes marcas que ficam para toda a vida, outras vezes traumas que trazem sempre um receio de prosseguir.

Veja como se faz necessário ouvir, falar e dar suporte para seu filho (a) com seus conselhos e lembrando sempre que existe um Deus que é verdadeiro e que está sempre pronto para socorrer.

É muito importante você fazer desenvolver a fé em seu filho (a), é impossível caminhar sozinho neste mundo mal, nosso Deus é tão cuidadoso e zeloso que sempre estará pronto para orientar qual o caminho a seguir.
Foque sua vida nessa fé e na palavra de Deus que nos traz tantos ensinamentos.

Deus abençoe sua família.


  • Eliana Urbaneja 


reportar erro