Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Filhos Universal | 8 de novembro de 2019 - 18:38


Permanecer

Olá caro leitor (a), você já deve ter lido muitas vezes os versículos abaixo, porém já reparou que a palavra “permanecer” Jesus repete 12 VEZES?

Permanecei em mim, e eu permanecerei em vós; como a vara de si mesma não pode dar fruto, se não permanecer na videira, assim também vós, se não permanecerdes em mim.

Eu sou a videira; vós sois as varas. Quem permanece em mim e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer.

Quem não permanece em mim é lançado fora, como a vara, e seca; tais varas são recolhidas, lançadas no fogo e queimadas.

Se vós permanecerdes em mim, e as minhas palavras permanecerem em vós, pedi o que quiserdes, e vos será feito.

Nisto é glorificado meu Pai, que deis muito fruto; e assim sereis meus discípulos.

Como o Pai me amou, assim também eu vos amei; permanecei no meu amor.

Se guardardes os meus mandamentos, permanecereis no meu amor; do mesmo modo que eu tenho guardado os mandamentos de meu Pai, e permaneço no seu amor.

Estas coisas vos tenho dito, para que o meu gozo permaneça em vós, e o vosso gozo seja completo.”

Creio, que Jesus repete tantas vezes a palavra “permanecer” para nos chamar a atenção sobre a importância de ficarmos em comunhão com Ele.

Permanecer em comunhão com Deus garante a razão da nossa existência: produzir frutos.

Um ramo não pode ter vida longe do tronco, e, consequentemente, não pode frutificar. Assim se perde a função para qual foi criado, só resta ser jogado no lixo ou ser combustível para o fogo.

O Senhor Jesus, a Videira, Se entristece e sofre ao perder um ramo, mas continua Onipotente e Inabalável sem ele.

Em contrapartida, o que é o frágil ramo sem a Videira? Deus sem o homem continua sendo Deus, e nós sem Ele, o que somos?

Medite nisso, seja abençoado!

Por Gabriel Santos – gabrielsilva@filhosuniversal.org


reportar erro