Somos todos iguais?

Pela lei, sim, mas na prática não é bem assim. Tratamentos desiguais acontecem a toda hora. Entenda

Por Núbia Siqueira / Foto: iStock

Você já entrou em uma loja e a vendedora te desmereceu por causa da sua aparência?

Já aconteceu de alguém te olhar da cabeça aos pés, para depois te cumprimentar?

Ou aquela situação que você percebe que está sendo ignorada? E você espera, espera….

Pela lei ” somos todos iguais “, mas na prática não é bem assim.

Tratamentos desiguais acontecem a toda hora. A consideração, e muitas vezes até o respeito, depende da posição que você ocupa, do transporte que você usa, dos amigos que você tem.  Vemos isso tão acentuado hoje, porém, isso já existia no passado. Vamos viajar a Jericó e conhecer alguém que sofreu isso na pele?

Era mais um precioso dia que os discípulos desfrutariam da companhia do Senhor Jesus. A estrada era longa e empoeirada rumo a Jericó. A passos largos, seguia junto com eles também uma multidão.

À sombra de uma árvore, estava Bartimeu, um cego e mendigo. Seu único bem era uma capa velha e suja. Ele a estendia para esmolar e também se proteger do frio e do sol. (Marcos 10.46-52)

Por anos e anos sentia-se ignorado, muitas vezes até invisível.

Ao ouvir o barulho da multidão, rapidamente perguntou o que estava acontecendo.

Responderam-lhe que era Jesus que vinha no caminho, e aí sua memória se despertou. Ele conhecia bem a genealogia e sabia que ali vinha o Messias, da raiz de Davi.

O Único capaz de lhe tirar da humilhação de viver nas ruas. O Único capaz de fazê-lo “voltar a ver”, esquecer o passado e construir uma família sem as marcas da tragédia.

Começou a gritar pelo Senhor Jesus e implorar compaixão.

Das pessoas e dos mais próximos ao Senhor Jesus vieram apenas repreensões: Cala a boca! Não incomodes o Mestre!  Quem você pensa que é?

Ainda bem que o Senhor Jesus é tão diferente dos homens. Ele parou e mandou chamá-lo. Imagina o semblante de seus impedidores.

Receber essa atenção lhe fez tão bem que imediatamente suas pernas saltaram do chão, sua capa voou para o alto. Em questão de segundos ele era o foco no meio da multidão. Que poder tem uma palavra: para a vida ou para a morte; anima ou abate; faz sorrir ou faz chorar…

A luz, as cores, a beleza voltaram aos seus olhos pelas mãos dAquele que sempre considerou igual a todos.  E imitá-Lo tem que ser nosso princípio de vida.

Quando li, fiquei pensando: o tratamento que aqueles homens deram a Bartimeu, dariam aos religiosos “mais importantes”? Repreenderiam Nicodemos  ao procurar o Senhor Jesus tarde da noite e escondido de todos? Tratar bem alguns e desconsiderar outros é típico de quem tem o espírito deste mundo.

Já vimos virar notícia uma celebridade que parou para conversar com uma pessoa simples, ou  o presidente que cumprimentou o gari etc, como se eles estivessem fazendo algo sobrenatural.

Ser educado é o mínimo que se pode esperar de alguém. Entretanto, dos que são de Deus é esperado muito mais. Amar os vossos inimigos; falar bem dos que falam mal de vós; fazer o bem a quem vos odeia e orar pelos que vos maltratam e perseguem. (Mateus 5.44)

Você já esteve em uma situação que se sentiu desprezada? Conhece pessoas que parecem ter o dom de te jogar pra baixo?

ler mais
Reportar erro


Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Somos todos iguais?

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games