O pecado e o seu sintoma

Qual a atitude que mostra que você está falhando na fé?


Por Maiara Máximo / Fotos: Gettyimages

A Palavra de Deus afirma: “Porque o salário do pecado é a morte.” (Romanos 6.23). Isso mostra que a consequência chega para aqueles que cultivam o pecado. O Bispo Edir Macedo explica isso em seu blog: “o pecado é uma doença que leva a alma à morte eterna.

Semelhante ao câncer, ele se alastra silenciosamente. Assim como muitos cancerosos vivem suas vidas normalmente, sem buscar tratamento, por não saberem que carregam a raiz da morte dentro de si, os que vivem na prática do pecado também costumam levar suas vidas normalmente, sem buscar reconciliação, porque não sabem que dentro de si carregam a raiz que os levará ao inferno”.

E como saber se eu estou no pecado? Assim como o câncer e as demais doenças fatais, o pecado apresenta sintomas. O principal deles é a desobediência.

O Bispo ainda afirma que o pecado pode estar muito bem escondido, mas as ações e reações de desobediência de uma pessoa o denunciam. Essa desobediência pode ser a ponta do iceberg do orgulho, da malícia, da inveja, da altivez, da falta de temor, do afastamento de Deus, do egoísmo, do relaxamento espiritual, da ganância e de todos os demais pecados. “Ela é uma injustiça que sinaliza muitas outras injustiças. Por isso, quem desobedece à Palavra do Altíssimo ou a autoridade por Ele constituída, provavelmente carrega algum ou alguns desses males em seu interior”, conclui o Bispo.

As consequências
Foi por causa da desobediência que o agente comercial Ezequiel de Souza Ramos, de 30 anos, viu sua vida afundar. O jovem nasceu em um berço evangélico, pois os pais já eram obreiros na Universal. Sua infância foi vivida na Igreja, quando aprendia os ensinamentos da Bíblia. Mas, ao completar 14 anos, Ezequiel decidiu que queria dar um rumo diferente à sua vida. “Mesmo sabendo de Deus e entendendo que eu seguiria um caminho contrário à Sua vontade, eu queria viver experiências novas.”

Ezequiel passou a usar drogas e a frequentar baladas. O jovem começou a praticar tudo aquilo que antes abominava e se envolveu com pessoas perigosas que o convidavam para o mundo do crime, mas ele sempre resistia às investidas.

Contudo ele relata que não demorou muito para que chegasse ao fundo do poço. “Perdi meu emprego por conta do vício e terminei o noivado com uma moça de que eu gostava muito. Os meus conhecidos, que andavam comigo, começaram a morrer de forma brutal e o pânico tomou conta de mim.”

Foi nesse momento que Ezequiel lembrou da paz e da segurança que tinha quando frequentava a Universal com os pais e decidiu voltar para a Igreja. Para se livrar do pecado, ele sabia que precisava fazer mais do que se voltar para Deus por meio das orações e dos jejuns.

Ezequiel tomou uma atitude: jogou fora o chip do celular que armazenava contatos de pessoas que ele sabia que não lhe fariam bem e todas as vezes que sentia vontade de usar drogas, ele corria para a Igreja.

O jovem retornou para a fé há 12 anos e aprendeu a obedecer à risca tudo que estava na Palavra de Deus. “Eu reconheci que vivia no pecado e passei a obedecer a Deus para me livrar desse mal que nos mata pouco a pouco. Hoje sou uma nova pessoa.”

Busca
Não ignore a desobediência, que é o sintoma, que pode ser um aviso ou um alerta para que você perceba que algo está errado e a partir daí tenha a oportunidade de começar a fazer a coisa certa. Por isso, se você tem reagido de forma desobediente em algum aspecto que diz respeito às coisas de Deus, deve buscá-Lo o mais rápido possível. “Os que O ignoram, rejeitam o tratamento da humildade e do arrependimento, desperdiçam a chance de cura e descem à morte eterna”, finaliza o Bispo Edir Macedo.

Talvez você, leitor, desconheça a existência desse mal em si mesmo, mas, a partir de agora, tem entendimento necessário para identificá-lo e, se for o caso, se livrar dele.

ler mais
Notícias relacionadas
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

O pecado e o seu sintoma

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games