Cantora afirma: “Eu estava tão bêbada que não lembro da gravação do disco”

Amada por milhões de adolescentes, Ariana Grande se rendeu ao vício para superar o luto


Por Andre Batista / Imagens: Reprodução Facebook @arianagrande e Instagram @arianagrande

A cantora Ariana Grande, que faz sucesso entre crianças e adolescentes, declarou recentemente à revista americana Vogue que não sabe como as músicas de seu mais recente álbum foram escritas, devido ao abuso de bebidas alcoólicas durante as gravações.

“Se eu for completamente sincera, não me lembro daqueles meses da minha vida, porque estava muito bêbada e muito triste”, afirmou. “Eu realmente não me lembro como começou ou como terminou. De repente, havia 10 músicas.”

Conforme explicou, Ariana estava em depressão após a morte do ex-namorado, o também cantor Mac Miller, a quem ainda amava. Mac Miller morreu por overdose, após misturar bebidas alcoólicas, remédios e cocaína. Ele lutava contra o alcoolismo e contra a dependência química havia anos.

Como preencher o vazio

Sem dúvida, enfrentar a perda de uma pessoa amada é difícil. A morte de Mac Miller criou em Ariana Grande um vazio que a deprimia. A jovem acreditou que o alcoolismo era a forma de preencher esse vazio.

Outras pessoas buscam preencher o vazio deixado pela morte de um ente querido com outras drogas ou comportamentos autodestrutivos. Desperdiçando, assim, a dádiva que é viver. Pior: desenvolvendo um vício. Depois disso, precisam combatê-lo, como Ariana vem fazendo.

“As pessoas, muitas vezes, não se dão conta de que o vício é um escape”, explicou o Bispo Renato Cardoso, durante o programa “Inteligência e Fé”. “A pessoa está tentando fugir de algo. Ela está tentando encobrir um outro problema com o vício”, ressaltou.

Porém, é importante lembrar que esse vazio, esse espaço só pode ser preenchido por Deus, o Único capaz de trazer a verdadeira alegria e o consolo que tanto necessitamos em momentos de tristeza e angústia.

Portanto, mesmo nesse momento de tristeza, render-se ao vício não é solução.

Vício tem cura

Aliás, há um tratamento que vem surtindo efeito e trazendo, definitivamente, a cura para esse grande mal. Caso esteja vivenciando o problema ou tem algum familiar nesta condição, acesse agora mesmo o site oficial do Tratamento: Vício Tem Cura.

E se você está tendo dificuldades para lidar com o luto, clique aqui e acesse o Pastor Online. Ele saberá lhe ajudar nesse difícil momento.

Participe, também, das reuniões que acontecem, diariamente, em toda a Universal. Clique aqui e encontre o endereço do templo mais perto de você.

ler mais
Notícias relacionadas
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Cantora afirma: “Eu estava tão bêbada que não lembro da gravação do disco”

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games