“O silêncio que dói”: aprenda a identificar o abuso sexual infantil

70% dos casos acontecem dentro da casa da vítima, aponta pesquisa


Por Unicom / Foto: Gettt images

Com o objetivo de ajudar pais a identificarem se os filhos são vítimas de abuso sexual, o programa social Escola de Mães, realizará durante todo mês de julho, no Brasil e exterior, a palestra “O silêncio que dói”. Em São Paulo, o evento será realizado no próximo domingo (7), às 16h, no 10º andar do Templo de Salomão.

Em 2018, mais de 17 mil denúncias de violência sexual contra crianças e adolescentes foram registradas, e quase 70% desses casos aconteceram dentro da casa das vítimas. Os dados foram divulgados pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, o Disque 100.

A psicóloga e responsável do programa social, Edineia Dutra, alerta que, uma vez quando o abuso ocorre, o silêncio da criança pode ser mantido pelo agressor, insinuando que ninguém acreditará nela, usando ameaças e suscitando sentimento de culpa e distorcendo a realidade do crime.

“Os filhos só vão se abrir se tiverem certeza que serão acolhidos, compreendidos e que seus pais irão ouvi-los sem condenação ou julgamento moral. É preciso ouvir com muita atenção e observar tudo o que eles tentam dizer. Caso contrário, a dor do silêncio será a pena perpetua para essa criança”, explicou Edineia.

Ela também afirma que através de brincadeiras – coisas naturais do universo infantil – é possível identificar se as crianças estão sendo abusadas. “Elas podem demonstrar fortes indícios de que estão sofrendo caladas em um simples desenho. Para enxergar isso, é preciso que os pais fiquem atentos, demonstrem interesse e acompanhem as tarefas diárias dos seus filhos”, disse.

“Infelizmente, em alguns casos, a família desconfia do abusador e acaba sendo negligente. Opta por proteger o autor e finge que nada aconteceu, pois o mesmo é o provedor da família e não querem ter conflitos familiares. Outros, ainda tratam o abuso como uma fantasia da criança”, lamentou Edineia.

Consequências do Abuso Sexual

Segundo especialistas, o abuso sexual infantil pode gerar consequências a curto, médio e longo prazo na vida da vítima.

•             Agressividade

•             Fobias

•             Delinquência

•             Hiperatividade

•             Baixa autoestima

•             Transtorno de personalidade

•             Dificuldade de aprendizado

•             Dificuldade de relacionamento

•             Transtorno de estresse pós-traumático

•             Depressão

•             Distúrbios alimentares (bulimia, anorexia, compulsão alimentar)

Caso tenha interesse em participar, clique aqui.

ler mais
Notícias relacionadas
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

“O silêncio que dói”: aprenda a identificar o abuso sexual infantil

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games