Como esquecer os erros do passado


Por Kaline Tascin / Foto: Gettyimage

Na Escola do Amor Responde desta semana, a aluna Fabiana afirma que se afastou da presença de Deus, traiu seu marido, confessou a ele, mas não sabe como agir e como esquecer seu passado. Veja a resposta dos professores Renato e Cristiane Cardoso.

FABIANA – Eu fiquei afastada durante seis anos da presença de Deus. Aconteceram muitas coisas: casei mas, ao mesmo tempo que sofri, também fiz meu marido sofrer. Deus me deu um homem maravilhoso. Mas eu o traí várias vezes, senti desejo por mulheres – algo que ocorria desde a adolescência, mas que não sinto mais e me arrependo –, me viciei em pornografia, que eram coisas horrendas, como obsessão por zoofilia e situações de estupro. Eu confessei para ele hoje sobre a pornografia e as relações que tive com outros rapazes. Porém, ele não sabe como agir em relação ao que falei e eu também não sei como agir pelo fato de ter confessado para ele. Voltei para a Igreja, fui batizada nas águas e com o Espírito Santo. Só que, na questão do amor, tenho essas dúvidas. Eu quero ajuda e não sei como pedir. Sei que posso perder minha Salvação por isso. Eu amo meu marido e quero mudar a situação. Me ajudem.

RENATO – Você não vai poder mudar o passado, Fabiana. O que está feito está feito. O que você precisa fazer é tratar do agora e entender por que você caiu lá atrás e não cair de novo. Você disse que voltou para a Igreja, se batizou e tem o Espírito Santo. Não parece – mas quem sou eu para colocar dúvidas nisso? Só que a forma como você fala do seu passado e da situação que está vivendo agora não retrata uma pessoa que tem o Espírito Santo. Quem tem o Espírito Santo não reage assim. O seu marido não sabe lidar com a informação que você colocou no colo dele. Então, você deve ajudá-lo. Simplesmente diga para ele o seguinte: ‘’Você pode me ajudar se vier buscar a Deus junto comigo’’. Por que você tem que entender que tem problemas que enfrentou lá atrás que se manifestaram na sua adolescência e que pioraram mesmo depois de casada. Então, há uma raiz: são problemas de origem espiritual. O fato de você dizer que não vai resolvê-los mais não ajuda em nada no seu problema. Você precisa curar o seu interior e se libertar desses fatos. Uma pessoa como você, que se envolve com o que citou, incluindo a obsessão por estupro, com pornografia violenta e até zoofilia, mostra que esse tipo de prática é motivada por um mal espiritual. Então, você precisa primeiramente buscar e se firmar em Deus. E se ele quiser te ajudar, não vai ajudar com o amor de marido, porque também está perdido. Para ele também falta estrutura espiritual, porque, se tivesse, saberia lidar com você nessa condição.

CRISTIANE – E essa questão de você já ter sido da Igreja, de já ter estado na presença de Deus e ter se afastado dEle tem a ver com os dias de hoje. Você diz que já é batizada com o Espírito Santo, mas você ainda é a mesma pessoa e ainda sofre muito pelo seu passado. E isso mostra que você não tem o Novo Nascimento e não tem o Espírito Santo. É um perigo, Renato, porque se a pessoa pensa que tem o Espírito Santo não irá buscá-Lo mais. Quando no passado você se afastou de Deus, é provável que você pensava que tinha Ele dentro de si. Mas não corrigiu seu problema espiritual. Então, não vai ser seu marido que irá corrigir isso. Você tem que se priorizar agora – o seu interior – e não o seu casamento. Tem que se libertar de vez, fazer corrente de libertação e buscar o Novo Nascimento, porque quando você receber o Espírito Santo, de fato, não irá mais chorar pelo seu passado. Ele vai se tornar apenas seu testemunho.

ler mais
Notícias relacionadas
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Como esquecer os erros do passado

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games