Você sabe a diferença entre crer e acreditar?


Por Jeane Vidal / Foto: iStock

Para facilitar o entendimento dos ouvintes sobre a diferença entre crer e acreditar o Bispo Edir Macedo usou o namoro e o casamento como exemplos.

Segundo o Bispo, o namoro acontece quando um acredita no outro, já o casamento acontece quando, finalmente, eles passam a crer um no outro.

Assim também é com respeito à fé. Crer em Deus é mergulhar na Sua Palavra e depender do cumprimento das Suas promessas. Essa é a finalidade do Espírito Santo.

“Ele vem para nos ensinar, nos orientar e nos fortalecer com a fé solida, concreta. Eu sei que a fé é abstrata, mas quando o Espírito Santo vem, nos dá uma convicção tão grande que não há espaço para dúvidas. Não precisamos ver para crer, porque nós sabemos o que Deus quer e o que vai fazer”, destaca.

Entrega incondicional

Mas, para que isso ocorra, tem de haver uma entrega incondicional por parte da pessoa. Porém, muitas têm dificuldade de entender o que é de fato se entregar.  “Isso acontece porque, apesar de ser simples, é muito difícil”, observa o Bispo Macedo.

Elas até foram diante do altar e entregaram a vida a Deus, no entanto, no seu íntimo, não se lançaram completamente. “Faltou se desnudarem diante de Deus para que Ele pudesse entrar na vida delas. Desnudar é colocar tudo que você é, seus sonhos, seu futuro, projetos pessoais, enfim, tudo o que você tem, é e pretende ser à disposição de Deus”, esclarece.

Deus não nos concede o Seu Espírito por medida, mas a plenitude do Espírito Santo. Portanto, também exige de nós uma entrega irrestrita. Quem crer, de fato, não tem dificuldade de se entregar de forma incondicional.

A proposta de Deus

Jesus fez questão de deixar claro para os discípulos a necessidade que eles tinham do Espírito Santo. Somente assim suportariam as perseguições e teriam condições de pregar o Evangelho.

“Todavia digo-vos a verdade, que vos convém que Eu vá, porque, se Eu não for o Consolador não virá a vós. Mas quando Eu for, vo-lo enviarei.” João 16.7

O Bispo Macedo explica que, até então, os discípulos eram conduzidos pessoalmente e fisicamente por Jesus. Onde o Mestre estava, lá estavam eles também. Isso fazia com que se sentissem seguros, mas, quando ficavam sozinhos, temiam.

No entanto, com o Espírito Santo, isso não aconteceria mais, uma vez que teriam o próprio Jesus dentro deles, não mais ao lado, como era antes de Sua morte e ressurreição.

Essa é a proposta de Deus e também a do “Jejum de Daniel”.

“Deus quer fazer de você a morada dEle. Ele não quer ficar ao seu lado, como Jesus ficava com os discípulos. Ele quer vir em Espírito e fazer morada dentro do Seu corpo. Para que, tendo o Espírito de Deus, você vença todas as lutas, as batalhas, as guerras. Você não vai vencer porque foi ajudado por outras pessoas, mas porque tem o Espírito Santo dentro de você”, garante o Bispo.

“Tudo ou nada”

Contudo, o Bispo acrescenta que é preciso colocar toda a força nesse Jejum, do contrário, será em vão.

Colocar toda força não se trata apenas de abrir mão das redes sociais, internet, diversão e qualquer tipo de entretenimento. Mas, sobretudo, se esvaziar de si mesmo, das próprias vontades, do orgulho, reconhecer o quanto é pecador e necessitado da misericórdia de Deus. É mostrar com atitudes que deseja o Espírito Santo mais do que tudo. Isso inclui oração de busca e humilhação, além da leitura e meditação da Palavra de Deus.

Assim como Jesus precisou morrer para que o Espírito Santo viesse sobre os discípulos, nós também precisamos morrer – espiritualmente falando – para que o Espírito Santo desça sobre nós. Isto é, morrer para o pecado, para os nossos desejos, as concupiscências e cobiças.

“E quando Ele fala que é o Consolador, é porque Ele estará em todos os momentos com você. Você será forte diante das tribulações. Ou seja, você só tem a ganhar com Ele dentro de você”, acrescenta Ester Bezerra, esposa do Bispo Macedo.

O “Jejum de Daniel”

Começou no dia 19 de maio último o propósito Jejum de Daniel” para o avivamento do Espírito Santo. O encerramento acontecerá em 09 de junho, no dia de Pentecostes, direto do Cenáculo de Jerusalém.

Nesse dia, explica o Bispo Macedo, os bispos estarão no mesmo local onde aconteceu a descida do Espírito Santo sobre as 120 pessoas que ali estavam reunidas, a fim de determinar que o mesmo aconteça nos 120 países em que existe o trabalho da Igreja do Senhor Jesus. “Nós iremos profetizar e o Espírito Santo virá dos quatro cantos da Terra e descerá sobre aqueles que, realmente, sacrificaram toda a sua vida pela fé no Senhor Jesus”, declara.

Se você deseja esse avivamento espiritual, participe das reuniões diárias que acontecem em toda a Universal. Clique aqui e encontre o endereço mais perto de você.

ler mais
Notícias relacionadas
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Você sabe a diferença entre crer e acreditar?

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games