Caverna de sal é descoberta em Sodoma, cidade destruída por Deus

Local é o mesmo em que mulher de Ló se transformou em uma estátua de sal


Por Daniel Cruz / Fotos: Reprodução

Em meados de 2015, arqueólogos do projeto “Tall el-Hammam”, da Universidade Southwest Trinity, no Novo México, nos Estados Unidos, descobriram a possível localidade das cidades Sodoma e Gomorra, citadas na Bíblia (Gênesis 18-19).

As escavações, na região sul do Vale do Jordão, revelaram uma enorme cidade da Idade do Bronze (o período em que Abraão e Ló viveram).

Local em que a mulher de Ló virou estátua de sal

E, no mês de março deste ano, nesse mesmo lugar, pesquisadores revelaram a descoberta de uma caverna de sal próxima ao local onde a mulher de Ló havia se tornado uma estátua de sal, de acordo com os relatos bíblicos.

Por que Sodoma e Gomorra foram destruídas?

Segundo a Bíblia, Sodoma e Gomorra eram duas cidades extremamente perversas. Elas faziam tudo o contrário do que Deus desejava para os humanos. De tal forma, que Ele precisou destruir os habitantes daquela região.

Ló foge com a ajuda dos anjos de Deus

Como Ló, sobrinho de Abraão, morava naquele lugar, dois anjos o avisaram do que estava para acontecer. Pediram para que ele juntasse sua esposa e suas duas filhas. Em seguida, os anjos os arrastaram para fora da cidade.

A Bíblia continua: “E aconteceu que, tirando-os fora, disse: Escapa-te por tua vida; não olhes para trás de ti, e não pares em toda esta campina; escapa lá para o monte, para que não pereças.” Gênesis 19.17

Então, quando o sol surgiu, Deus fez cair do céu fogo e enxofre.

Por que a esposa de Ló se tornou estátua de sal?

Durante a fuga, a esposa de Ló foi a única que olhou para trás e, por isso, transformou-se em uma estátua de sal.

Sobre esse episódio, o Bispo Edir Macedo escreve em suas anotações bíblicas: “A mulher de Ló não considerou a ordem dada pelo anjo e morreu ao olhar para trás. Certamente havia dentro dela o apego ao que ficou, como bens, amizades e tudo o mais que precisou abandonar. Isso mostra que é impossível conquistar a Salvação se o coração estiver preso aos prazeres e pecados deste mundo (Lc 9.62). Muitos têm ficado pelo meio do caminho porque não deixaram o passado para trás.”

Uma caverna extensa

Em princípio, a caverna de Malham foi estudada por Amos Frumkin, da Universidade Hebraica, de Israel. Em seguida, os pesquisadores Yoav Negev e Boaz Landford concluíram o trabalho, com a ajuda de uma equipe.

Essa caverna está localizada no Monte Sodoma, que é formado por um grande bloco de sal. Na medida em que as chuvas caíram sobre o local, o sal foi se dissolvendo gerando as cavernas. Por isso, Malham chega a 10 km de comprimento.

Arqueologia bíblica

Essas descobertas arqueológicas ajudam os pesquisadores a compreenderem melhor o contexto social, econômico e cultural dos episódios bíblicos. Mas, sobretudo, revela a fidelidade dos relatos das Escrituras. Mesmo com o passar dos séculos, o Texto Sagrado se manteve intacto, conservando o seu conteúdo original.

Confira também outras descobertas arqueológicas relacionadas com a Bíblia.

ler mais
Notícias relacionadas
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Caverna de sal é descoberta em Sodoma, cidade destruída por Deus

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games