Três dias de libertação e Encontro com Deus

Confira como foram as reuniões Os 3 Dias Santos no Templo de Salomão


Por Rafaela Dias / Fotos: Demetrio Koch

Há mais de dois mil anos, Deus enviou o Seu Filho à Terra para salvar a Humanidade. Desde criança, Ele já chamava atenção por ser uma pessoa acima da média (leia Lucas 2.41-52). Aos 30 anos, deu início ao Seu ministério e, aos 33, se entregou à morte na cruz, para que todos que nEle cressem tivessem Vida (João 3.16).

A Páscoa marca essa entrega e traz à lembrança o sacrifício que o Senhor Jesus realizou. Neste ano, este sacrifício foi trazido à memória durante três dias (19, 20 e 21 de abril) em um evento especial realizado em todas as Universal, denominado Os 3 Dias Santos.

Sexta da Paixão
Os três dias tiveram início na Sexta-Feira Santa – dia em que o Senhor Jesus morreu na cruz para que a Humanidade tivesse a oportunidade de ter seus pecados perdoados. No Templo de Salomão, em São Paulo, a reunião principal foi realizada pelo Bispo Edir Macedo, ao meio-dia. O encontro especial foi voltado para as pessoas que lutam contra a depressão e demais doenças físicas ou emocionais.

Durante a reunião, o Bispo Macedo ressaltou a promessa que o Senhor Jesus deixou quando disse que, em Seu Nome, demônios serão expulsos (Marcos 16.17). Em seguida, o Bispo realizou orações com imposição de mãos em todas as pessoas que desejavam ficar livres dos problemas espirituais que as aprisionavam.

Sábado de Aleluia
No Sábado de Aleluia, às 7h, o Templo de Salomão ficou repleto de pessoas que buscavam a resposta para suas causas impossíveis. Durante o encontro, o Bispo Renato Cardoso destacou que, depois de ser crucificado, o Senhor Jesus desceu às partes mais baixas da Terra (Efésios 4.9). Por isso, de acordo com o Bispo, não importa a situação que a pessoa esteja vivendo, mesmo que seja o fundo do poço, ainda assim há uma saída. “Não importa o quão baixo você esteja, Jesus vai lhe tirar daí e cumprir tudo o que prometeu”, disse.

A Ressurreição
No domingo, dia que marca a Ressurreição de Jesus, o Bispo Renato Cardoso realizou a primeira parte da reunião das 9h30, no Templo de Salomão. “Hoje é o dia que comemoramos a ressurreição de Jesus, mas não basta você saber disso. Sua vida tem que ressuscitar também”, afirmou o Bispo, ao dar início ao encontro de fé.

O Bispo Renato ainda pontuou que todos as pessoas que creem em Deus, ainda que estejam mortas, viverão (João 11.25). “Aquilo que ninguém conseguiu vencer, que é a morte, Ele conseguiu. Quem respira, mas ainda está ‘morto por dentro’, se crer em Jesus, receberá vida!”, determinou.

Exemplo de Abraão
Na segunda parte da reunião, o Bispo Macedo destacou a importância de seguir o exemplo de Abraão para se tornar a própria bênção. A Bíblia relata que, ao falar com Abraão, Deus ordenou que ele deixasse sua casa, parentes e a terra que vivia para seguir para uma terra que Ele mostraria (Gênesis 12.1).

“Abraão já tinha uma vida estabelecida, mas, quando Deus chama, Ele chama para algo glorioso. Se você quer que Deus dirija sua vida, você tem que seguir a Voz dEle”, ensinou.

Todavia, de acordo com o Bispo Macedo, muitas pessoas não alcançam as bênçãos de Deus. Isso porque não ouvem Sua voz. “Deus quer que você seja uma bênção. A bênção vai estar com você, mas, às vezes, por causa da teimosia, você fica anos mendigando essas bênçãos.”

Nova Páscoa
A aposentada Marcia de Barros, de 66 anos, saiu da cidade de Presidente Prudente, no interior de São Paulo, para ir ao Templo de Salomão. “Não foi fácil. Quando você é do interior, não está acostumado. Tenho que pegar trem e ônibus. Às vezes, desço no ponto errado. Então, está sendo um sacrifício para mim”, relatou.

A secretária Thainá Marques Nunes, de 20 anos, participou dos 3 Dias Santos na Universal de Tapes, no interior do Rio Grande do Sul. Ela já tinha frequentado a Universal, mas, aos 13 anos, abandonou a fé. “Comecei a me envolver muito com amizades da escola e me afastei.”

Por se manter sete anos longe de Deus, sua vida ficou arruinada. “Entrei em depressão. Meu fundo de poço foi quando fiquei 24 horas sem comer. Vivia dopada, tinha convulsão e crises de surto psicótico. Além disso, também me automutilava”, descreveu.

A jovem voltou para o Senhor Jesus. Ela participou dos 3 Dias Santos e decidiu se batizar nas águas. “Decidi que se fosse para eu voltar que fosse diferente e que, se Deus existisse, tinha que mudar minha vida. Comecei um Jejum de Daniel para receber o Espírito Santo e larguei tudo que me afastava de Deus”, concluiu.

ler mais
Notícias relacionadas
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Três dias de libertação e Encontro com Deus

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games