A fé e a disposição de dois cegos para serem curados

A Bíblia mostra a história de dois cegos, mas a fé deles não era a mesma


Por Da Redação / Foto: Reprodução

No livro de Marcos, capítulo 10, entre os versículos 46 e 52, nós conferimos uma história sobre o uso da fé.

O cego de Jericó

Enquanto o Senhor Jesus caminhava com seus discípulos entre a multidão, um cego, chamado Bartimeu, estava sentado à beira do caminho.

Então, quando Bartimeu percebeu que era Cristo quem estava ali, começou a chamá-lO e, não havendo resposta, gritava: “Jesus, filho de Davi, tem misericórdia de mim.” Marcos 10.47

Nesse ínterim, muitos mandavam ele se calar, pedindo para não incomodar o mestre. Mas o cego não se intimidava e gritava mais alto.

Essa atitude de Bartimeu foi uma clara demonstração de fé. Ao ponto de ele conseguir chamar atenção do Senhor Jesus e alcançar o seu milagre imediatamente. Ele foi curado.

A novela Jesus mostrou esse episódio bíblico. Confira no vídeo abaixo:

O cego de Betsaida

A história de Bartimeu contrasta com a história de outro cego: o de Betsaida (Marcos 8.22-26).

Ao contrário do cego de Jericó, o cego de Betsaida chegou ao Mestre trazido por amigos. Não há registro que ele tenha manifestado a própria fé para ser curado. Ele contou com a solidariedade de outras pessoas que o levou até o Mestre para que fosse curado. Talvez, como muitos, estava conformado com a sua situação de dependência alheia.

Os milagres só acontecem quando há fé prática, mas Betsaida era famosa pela incredulidade de seus cidadãos.

Em Mateus, capítulo 11, do versículo 20 ao 22, o Senhor Jesus disse: “Então começou Ele a lançar em rosto às cidades onde se operou a maior parte dos seus prodígios o não se haverem arrependido, dizendo: Ai de ti, Corazim! Ai de ti, Betsaida! Porque, se em Tiro e em Sidom fossem feitos os prodígios que em vós se fizeram, há muito que se teriam arrependido, com saco e com cinza.”

Essa característica é representada pelo próprio cego. Porque, o Senhor Jesus o questiona em seguida se enxergava, após a Sua intervenção direta. Ao que o homem respondeu que continuava com a visão desfocada. Devido a sua fé inoperante, Cristo teve que tocá-lo novamente.

“E, tomando o cego pela mão, levou-o para fora da aldeia; e, cuspindo-lhe nos olhos, e impondo-lhe as mãos, perguntou-lhe se via alguma coisa. E, levantando ele os olhos, disse: Vejo os homens; pois os vejo como árvores que andam. Depois disto, tornou a pôr-lhe as mãos sobre os olhos, e o fez olhar para cima: e ele ficou restaurado, e viu a todos claramente.” Marcos 8.23-25

ler mais
Notícias relacionadas
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

A fé e a disposição de dois cegos para serem curados

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games