Você é uma pessoa “desfocada”?

Se você costuma desviar o foco, atitudes como disciplina e determinação são necessárias para mudar esse quadro


Por Flavia Francellino / Fotos: Fotolia e Demetrio Koch

Um estudo realizado pela publicação norte-americana Harvard Business Review com 35 mil líderes de mais de cem países mostra que a falta de foco é uma “pedra no sapato” de muitas pessoas: 67% dos entrevistados descrevem que suas mentes são confusas e estão repletas de muitos pensamentos e lhes faltam prioridades claras. Outros 65% relataram que não conseguem concluir suas tarefas por causa da demanda de outras pessoas (26%), prioridades concorrentes (25%) e distrações gerais (13%).

O coach financeiro Dalton Henrique Thomaz Ferreira explica que “muitas tarefas não são executadas por causa do excesso de ‘coisas importantes’ a serem feitas”. Por isso, para que os projetos saiam do papel, é necessário construir metas “relevantes, desafiadoras, com passos claros, mas também flexíveis”. Ele analisa ainda que “foco é estar totalmente conectado ao que está fazendo sem fazer força. É planejar uma tarefa com início, meio e fim”.

Funcionário e empresário
Ferreira afirma que é mais importante ter autoconhecimento e saber direcionar a atenção para o que se quer alcançar do que ter muitas habilidades e não ter foco. “O funcionário sem foco tem baixa produtividade”, declara. “Cada vez que uma tarefa é interrompida há consumo de energia e perda de tempo valioso para recomeçar do ponto em que parou.”

O empreendedor também deve manter o foco tanto diante de situações que lhe trazem sucesso como nas de dificuldade. “Costumo dizer que não existe fracasso, existe feedback. Se alguma coisa na sua vida não está saindo como esperado é porque há algo a aprender. Muitas vezes, as dificuldades são uma bênção, pois elas vão tirá-lo da zona de conforto e colocá-lo em movimento”, destaca.

Para os novos empresários e aqueles que desejam se tornar, Ferreira sinaliza os questionamentos que devem ser feitos e a postura a ser adotada. “Primeiro, você deve se perguntar por que quer empreender, ter clareza quanto aos objetivos, à visão, à missão e aos valores do negócio; saber como implementá-lo e que problema ele pretende resolver. Também é importante conhecer os clientes, as necessidades deles e que diferencial vai lhes oferecer. Antes de ter uma empresa, você deve ser um empreendedor. Empreender exige mudança de mentalidade. Se você começa um negócio com a mente e as ações de empregado, a tendência é que ele dure pouco”, argumenta.

Força, foco e fé
Para o Bispo Leno, que realiza as palestras da Nação dos 318, voltadas à área financeira, às segundas-feiras, em Curitiba, no Paráná, fé e foco andam juntos. Segundo ele, a pessoa precisa estar bem decidida, ter fé na Palavra de Deus e em si mesma.

Ele acredita que a falta de foco sempre está acompanhada da ausência de perseverança e leva à desistência. Ele avalia que a fé é fundamental para que isso não aconteça. “A fé é a certeza absoluta de que a Palavra de Deus vai se cumprir na sua vida. O Espírito de Deus convence você de que o que está escrito é real e de que ninguém pode invalidar isso. Como desistir diante de tamanha certeza e convicção? Por isso, você jamais vai ver uma pessoa de Deus desistir dos seus sonhos”, aponta.

A Palavra de Deus também nos ensina isso. O apóstolo Tiago disse que o foco é importante até nas orações: “pedis e não recebeis porque pedis mal…” (Tiago 4.3). “Você diz que precisa de uma casa, mas qual casa? Você não pode chegar em um restaurante e pedir o que o garçom acha que você deve comer ou chegar a uma loja de roupas e comprar o que o vendedor escolher para você. Então, peça especificamente, persistentemente, grandemente, com foco. Muitas pessoas dizem: ‘minhas orações não são atendidas’, mas é porque, muitas vezes, são orações sem foco.”

Da tentativa ao acerto
Antes de ter o próprio negócio, a empresária e personal stylist Priscilla Menezes, de 34 anos (foto a esq.), trabalhou em empresas. Ela conta que já esteve no hall dos “desfocados”: tentou desenvolver muitas atividades que não deram certo porque ela diz que não sabia o que queria e nunca estava satisfeita.

Mas Priscilla resolveu mudar. Ela tinha feito cursos de moda e decidiu abrir uma loja de roupas. “Busquei em Deus o que fazer e, antes de começar mais uma vez algo que pudesse não ter sucesso, pedi para que Ele me orientasse. Vai fazer um ano que tenho esse negócio e ele cresce dia a dia”, comemora.

Hoje, ela entende que é necessário esforço, entrega, organização e planejamento. “Tenho compromissos semanais com as clientes, faço eventos em empresas e feiras e isso exige comprometimento. Além disso, busco me atualizar e não me comparo a ninguém. A fé me move. Tem dias bons e os em que as lágrimas são inevitáveis, mas sei aonde quero e vou chegar e isso me faz forte.”

ler mais
Notícias relacionadas
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Você é uma pessoa “desfocada”?

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games