A força que faz a diferença*


Por Redação / Foto: Fotolia

Certamente, você já deve ter ouvido alguém falar dos personagens bíblicos Sansão e Samuel. O que os dois têm em comum e o que nós podemos aprender com eles?

Ambos foram líderes e juízes em Israel. Viveram em épocas diferentes: Sansão viveu primeiro e Samuel veio mais tarde, mas tinham um inimigo em comum: os filisteus.

Sansão foi levantado por Deus para tirar Israel do domínio dos filisteus. Por muitos anos, Israel havia caído nas mãos desses inimigos, por causa dos pecados e da desobediência a Deus. Sansão, então, foi um homem preparado e concedido por Ele, por sua tremenda força, para ser líder daquele povo e livrá-lo de seu domínio. Porém, apesar de algumas vitórias, Sansão não conseguiu livrar Israel. Não foi por falta de força, mas por falta de obediência.

Nos dias do profeta Samuel, os filisteus continuaram se levantando contra aquele povo. Eles chegaram até a levar de Israel a Arca da Aliança em um embate que fizeram e em que pereceram 34 mil soldados israelitas. Desde aquele episódio, Israel entrou em uma época de trevas espirituais. Mas, mesmo com o retorno da Arca da Aliança, o povo seguiu desobedecendo a Deus e servindo a outros senhores.

Ocorre que Deus só é responsável por aqueles que O servem. Por isso, enquanto o povo servia a outros deuses, Deus não podia fazer nada por ele. Depois de 20 anos de silêncio dos céus, o povo decidiu, então, clamar e reclamar com Ele. Diante disso, o profeta Samuel chegou perante todos e apontou qual era o erro deles: precisavam se arrepender, abandonar a idolatria, servir somente a Deus e seguir o caminho que Ele havia determinado (da obediência, da fé, da oração e do sacrifício).

O povo deu ouvidos às palavras do profeta Samuel e arrependeu-se, abandonou os falsos deuses, orou a Deus e jejuou. Samuel, por sua vez, sacrificou ao Senhor. Então, em uma só batalha, sem que Samuel empunhasse nem sequer uma espada, desbaratou o Exército dos filisteus para que ele nunca mais levantasse um pé ou um dedo contra Israel durante todos os dias daquele povo. Israel lutou, mas Samuel, que não era um homem de guerra, mas um homem de oração, temente a Deus, de sacrifício e obediente, conseguiu vencer aqueles inimigos (1 Samuel, capítulo 7).

A partir desses dois personagens, aprendemos a diferença entre a força do braço e a força da obediência. Sansão, durante toda a sua vida, não conseguiu vencer o inimigo que ele foi chamado por Deus para derrotar. Ele fracassou, pois foi vítima do seu coração, dos seus olhos e das emoções. Envolveu-se com mulheres, como Dalila, que o levaram à desgraça. Era forte no braço e no corpo, mas fraco no espírito. Por isso, foi derrotado.

Samuel era um homem fisicamente comum. Não era militar e não fazia parte de um exército, mas era obediente a Deus, temente a Ele, de oração e de sacrifício.

Da mesma forma, nos dias de hoje, a força espiritual é capaz de vencer inimigos. Talvez você tenha usado a força, mas tenha lhe faltado a obediência a Deus, o temor a Ele, a oração e o sacrifício. Será que alguma ou mais dessas quatro características de Samuel não estão faltando a você?

Quem sabe os seus inimigos têm prevalecido contra você – apesar do seu trabalho e do seu empenho – porque você tem desprezado o valor da oração e não tenha dispensado tempo para orar, por exemplo.

Pode ser também que você seja uma pessoa que não tem temor a Deus, não respeita a vontade dEle. Por isso, quando Deus fala, você não O ouve. Segue a Deus à sua maneira e não segundo as Escrituras.

Por fim, talvez você não seja uma pessoa de sacrifício para Deus. Você até sacrifica como a maioria das pessoas, mas não tem feito sacrifício pela sua fé nEle.

Então, aprenda com Samuel que, em uma só batalha, sem a força do braço, derrotou os inimigos. Um homem que fez mover os céus e a mão de Deus para que os seus inimigos nunca mais levantassem os pés e os dedos contra o povo dEle.

*Baseado no vídeo Está lutando com a força do seu braço?, do apresentador e palestrante Renato Cardoso, disponível no canal do Youtube renatocardosooficial.

ler mais
Notícias relacionadas
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

A força que faz a diferença*

[recaptcha]

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

[recaptcha]

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games