Filhos não salvam um casamento problemático

Muitos casais acham que a chegada de um filho resolve as diferenças no relacionamento. Entenda por que isso é um mito


Por Ana Carolina Cury / Foto: Fotolia

Não é difícil presenciar a seguinte situação: o casal está em crise e decide ter filhos. Em busca da salvação do relacionameto, os cônjuges colocam as esperanças na criança que está por vir. Mas, se você ainda pensa dessa forma, atente para a realidade: filho não salva casamento.

Diversos estudos mostram que a chegada de um filho aumenta consideravelmente o nível de estresse dos pais. Esse fato, se não for bem administrado, pode gerar outros problemas no matrimônio. Uma pesquisa do Relationship Research Institute (Instituto de Pesquisa do Relacionamento, em português), de Seattle, nos Estados Unidos, mostra que depois de cinco anos 25% dos casamentos terminam em divórcio.

A psicóloga Mônica Raouf El Bayeh explica que a decisão de ter um filho deve ser tomada em conjunto. “Um bebê chora e exige atenção. O casal vai ficando desgastado se não estiver unido e preparado. Quando a relação é boa, eles se apoiam e fortalecem os laços. Quando a relação está fragilizada, nessas horas ela se rompe. A mulher pode se decepcionar com a falta de parceria. O homem, carente dos olhares que agora vão para a criança, acaba procurando outras pessoas”, observa.

Crença falsa
Quando engravidou, Julliana Albuquerque da Silva, de 26 anos, acreditava que, com a alegria da chegada do filho, o marido, Clebson José da Silva, de 36 anos (foto acima), amadureceria. “Eu pensava que com a chegada da criança ele mudaria e eu deixaria de me sentir insegura, mas não aconteceu nada disso. O estresse de ter que cuidar do bebê só fez aumentar as brigas. Em vez de nos unirmos, nos dividimos”, conta.

Clebson tornou-se um homem impaciente. “Eu chegava em casa sobrecarregado do trabalho e tinha que ajudá-
la com o nosso filho. Minhas atitudes foram a distanciando de mim e o nosso casamento esfriou”, relata.

Ele reclamava que não recebia atenção e ela dizia que ele não a auxiliava como deveria. O casamento quase chegou ao fim quando, durante uma briga, eles se agrediram. “Fui parar no hospital porque ela furou meu olho com o salto alto do sapato dela. Ela havia descoberto uma traição. Por conta disso, ela também quis se matar e falou em ir embora de casa”, detalha Clebson.

Infelizmente, o filho do casal presenciou todas as discussões. “Teve uma vez que o Clebson me bateu e nosso filho chorou muito. Decidi não ir embora de casa, mas nos tornamos dois estranhos dividindo o mesmo teto”, diz Julliana.

Ela conta que um programa de TV deu início à transformação do casamento. “Em um sábado, comecei a assistir um episódio do The Love School que mostrava a história de um casal que superou problemas semelhantes aos nossos depois que participou das palestras da Terapia do Amor. O Clebson sugeriu que fôssemos conhecer a palestra como a última tentativa para salvar nossa relação”, detalha Julliana.

Com a participação nas palestras, eles entenderam que estavam fazendo tudo errado. “Aprendemos a usar a fé inteligente e a como agir nos momentos de crises. Depois de oito meses, tudo mudou. Hoje, somos um novo casal: unido e formamos uma família de verdade”, conclui Clebson.

ler mais
Notícias relacionadas
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Filhos não salvam um casamento problemático

[recaptcha]

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

[recaptcha]

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games