Ex-jogador de futebol é assassinado a tiros

Homicida disparou contra ele após discutirem sobre vagas no estacionamento


Por Andre Batista / Imagem: Reprodução Facebook

T.J. Cunningham, ex-jogador de futebol americano, foi assassinato na manhã do dia 17 de fevereiro. Ele levou diversos tiros após discutir com um vizinho sobre vagas de estacionamento.

O ex-jogador tinha 46 anos de idade, esposa e cinco filhos. Além disso, era treinador de futebol americano em uma escola local e respeitado por suas ações na comunidade. Mas nada disso impediu Marcus Johnson, de 31 anos, de disparar contra ele.

Johnson e Cunningham haviam discutido pela manhã e marcado de se encontrar em uma escola para resolver a questão. O ex-jogador levou o irmão, mas Johnson levou uma arma. Ambos discutiram novamente e o atirador disparou três vezes na cabeça e nas costas de Cunningham.

O próprio Johnson ligou para as autoridades, que levaram o ex-jogador ao hospital. Ali Cunningham faleceu no dia seguinte. Johnson está preso e se diz arrependido do crime cometido.

Conhecendo a fraqueza emocional do homem, a Bíblia orienta:

“Não te apresses no teu espírito a irar-te, porque a ira repousa no íntimo dos tolos”. Eclesiastes 7.9

Somente os tolos agem movidos pelas emoções, especialmente quando essa emoção é a raiva. Em seu blog pessoal, o Bispo Renato Cardoso descreve a raiva como uma energia poderosa.

“Você pode usá-la para revolucionar a sua vida ou para a sua autodestruição”, escreve ele. “Mas NUNCA use-a para descontar nas outras pessoas. NUNCA para ferir os sentimentos dos outros. NUNCA faça algo que vá se arrepender depois. Porque você destruiria a si mesmo.”

Caso você tenha tido problemas no controle de sua raiva, clique aqui e leia a mensagem completa do Bispo.

ler mais
Notícias relacionadas
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Ex-jogador de futebol é assassinado a tiros

[recaptcha]

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

[recaptcha]

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games