Caifás e seu ódio declarado a Jesus

Eucir de Souza fala do desafio de interpretar um vilão e a reação do público de Jesus, novela da Record TV


Por Kelly Lopes / Fotos: Blad Meneghel

O ator Eucir de Souza estreou no teatro amador aos 6 anos. Hoje, com 48 anos, ele soma 42 de atuação, sendo 20 deles como ator profissional. Ele já interpretou mais de cem personagens no teatro, na TV e no cinema.

Caifás, seu personagem na novela Jesus, é o primeiro trabalho dele na Record TV. Na trama, ele interpreta um sacerdote do Templo de Jerusalém que é capaz de tudo para manter o poder. É casado com Judite (Marcella Muniz), filha do sumo sacerdote Anás, apenas porque tem a ambição de substituí-lo no cargo. Também se aproveita de sua autoridade religiosa para satisfazer seus interesses pessoais. Hipócrita, prega as leis de Deus, mas não as segue, e planeja ações contra qualquer pessoa que ameace seu poder. Por isso, passa a odiar Jesus (Dudu Azevedo).

Eucir falou à Folha Universal da preparação e dos desafios para viver o papel. “Comecei estudando o Caifás bíblico e histórico. Depois, foi a vez da preparação física, que começou em Marrocos, com Fernanda Guimarães, preparadora de elenco. Ele é um personagem tão profundo que não para de mostrar novas nuances e possibilidades. Precisei entender como funciona uma mente como a dele porque acredito que ninguém se considera mau. Todos pensam que estão fazendo o correto.”

Ele justifica que o ódio de Caifás por Jesus se deve ao amor que ele tem pelo poder e por si mesmo. “Caifás é um homem apaixonado por si mesmo, pelo poder e pelas posses materiais. Jesus chega trazendo a verdade, deixando claro que ele é movido pela ganância, pelos desejos mundanos, mas que não tem poder nenhum nem contato com o Deus verdadeiro. Todo seu mundo, suas crenças e suas instituições estão sendo ameaçadas e, por isso, ele reage com fúria para mantê-los.”

Na trama, o religioso insiste em repetir que é o representante de Deus na Terra, mesmo praticando atrocidades, como assassinatos e maldades ao próximo. Questionado sobre esse comportamento, Eucir revela que teve um aprendizado: “Caifás se aproveita da ignorância dos mais humildes e do desejo de poder mundano dos mais abastados. Usa sua autoridade para adquirir cada vez mais posses e praticar todo tipo de abuso, mas creio que ele acredita mesmo que é o representante de Deus na Terra. Mesmo que pareça impossível alguém conseguir mentir tanto assim para os outros e para si mesmo, ao viver esse personagem entendi que é muito fácil se enganar”, revela.

Eucir também fala da união do personagem com a também vilã Judite e os constantes conflitos do casal. O ator defende que eles são parceiros até na maldade. “Penso que Caifás e Judite se amam. Essa foi uma proposta trazida pela atriz Marcella Muniz, que a cada dia aprendo a amar e admirar mais. Comprei imediatamente essa ideia porque mesmo as pessoas mais odiosas podem se amar. Isso trouxe um tempero e novas nuances para a relação. Por conta da índole torta dos dois, eles acabam agindo por ciúmes, posse e pelo desejo de dominar um ao outro.”

Ele faz suspense sobre o final do casal: “não vou revelar, senão perde a graça, mas nossa história foi bem construída e está muito forte mesmo. Vale a pena acompanhar”, pontua.

Reação do público
O telespectador reage às maldades do personagem tanto nas ruas como nas redes sociais. Eucir gosta das demonstrações que recebe: “as pessoas expressam desejos de que Caifás se dê mal em todos os sentidos. Fico muito feliz. Me sinto realizado! Para mim, isso prova que o trabalho está sendo bem-feito. Eles não estão me vendo, enxergam só o Caifás, porque o ator por trás dessa máscara não faz mal nem para uma mosca. Gosto que o odeiem. É um sinal de que a mensagem é clara e está sendo entendida”.

A fé em Jesus
Eucir diz que crê na mensagem que Jesus deixou. Conhecedor da Bíblia desde a infância, ele revela que se aprofundou no texto bíblico por causa das gravações. “Acredito que os dois mandamentos principais de Jesus de amar a Deus sobre todas as coisas e o próximo como a si mesmo são a chave para a felicidade no mundo. Seguirei vibrando dentro de mim passagens como quando Jesus diz: ‘atire a primeira pedra quem nunca tiver pecado’, ‘dai a César o que é de César e a Deus o que é de Deus’ e tantas outras e também Seus ensinamentos sobre humildade e respeito ao próximo e como Ele amava e respeitava todos os seres vivos e não julgava ninguém.”

O ator afirma que, depois do término das gravações, sairá impactado com a história e com sentimentos de gratidão e amor pela equipe.“É impossível não me comover. Levarei comigo o amor e respeito com que fomos todos contaminados. Formamos uma comunidade e aprendemos a cada dia a nos amar e a nos respeitar. Essas pessoas estarão para sempre na minha memória”, diz. Acompanhe o desfecho da história de Caifás de segunda a sexta-feira, às 20h45, na novela Jesus, da Record TV.

ler mais
Notícias relacionadas
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Caifás e seu ódio declarado a Jesus

[recaptcha]

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

[recaptcha]

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games