A cura do Homem Hidrópico

Em entrevista à Folha Universal, Sergio Abreu fala de seu personagem na novela Jesus


Por Maiara Máximo/ Fotos: Blad Meneghel e Reprodução

Quem acompanha a novela Jesus, da Record TV, tem aprendido muito com a história de cada personagem. Um deles é o Homem Hidrópico, papel vivido pelo ator Sergio Abreu, que é uma referência ao capítulo 14 do texto bíblico de Lucas (leia na página ao lado). O personagem tem hidropsia, uma doença caracterizada pelo acúmulo de líquidos, acima dos níveis normais, nos tecidos celulares ou em cavidades do corpo. Considerada uma patologia progressiva, a hidropsia geralmente tem início e afeta um único membro, que começa a inchar aos poucos, pode se manifestar no corpo inteiro e causa deformidades.

Caracterização
O ator Sergio Abreu, que apareceu irreconhecível na trama, encara três horas diárias de caracterização para dar vida a esse homem. Ele teve como base para compor seu personagem o filme Homem Elefante, de David Lynch, uma sugestão da autora da trama, Paula Richard. Ele também contou com a ajuda de Vavá Torres, responsável pela caracterização de efeitos da teledramaturgia da Record TV. Torres explica que, para a caracterização foi produzido um molde de gesso com as medidas do rosto do ator. Depois, foi criada uma máscara à base de silicone para trazer o aspecto de deformidade. “A cada gravação é confeccionada uma máscara nova”, afirma.

Na novela, o Hidrópico é levado escravizado até Jerusalém para participar de um torneio de lutas promovido pelo governador romano Pôncio Pilatos, interpretado pelo ator Nicola Siri. No entanto sua aparência monstruosa não condiz com seu temperamento calmo. Ele acaba sendo humilhado por não saber lutar, mas ganha o apoio da serva Diana (Cacá Ottoni), por quem nutre amor, e da esposa de Pilatos, Claudia (Larissa Maciel), que permite que ele passe a cuidar dos cavalos do palácio.

A nova face
O Hidrópico vive escondido com vergonha da própria aparência. Diana e sua mãe, a ex-prostituta Adela (Adriana Garambone), o levam até o Messias. Durante o banquete na casa de José de Arimateia (Giuseppe Oristanio), Jesus é procurado pelo Homem Hidrópico. Com lágrimas nos olhos, ele pede para ser curado. O Mestre, então, impõe as mãos e, imediatamente, a face do Hidrópico é totalmente revigorada.

Maravilhado pela cura, ele decide se entregar a Deus por meio do batismo nas águas. Pedro (Petrônio Gontijo) o batiza com a permissão de Jesus. O apóstolo explica que a partir daquele momento o Hidrópico passará a ser chamado de Rafael, que significa “curado por Deus”.

Em entrevista à Folha Universal, o ator Sergio Abreu fala da felicidade e da oportunidade que teve de fazer parte dessa novela que é sucesso absoluto. “Participei de uma obra linda, que conta a vida de Jesus, o maior personagem da história da humanidade. Soma-se a isso o fato de poder fazer um trabalho diferente de tudo que já fiz até hoje.”

Quanto ao aprendizado obtido com esta experiência, Sergio ressalta: “levo para a minha vida a fé desse personagem, sua esperança, sua resiliência, seu coração puro, sua coragem, sua perseverança, seu belo caráter e seu amor imenso pela vida, apesar de todo sofrimento.  Não posso dizer que tive grandes dificuldades. Foi delicioso mergulhar nesse universo mágico, acompanhado de tantas pessoas talentosas e amorosas. Difícil mesmo é viver atualmente com o coração tão puro”, afirma.

O ator diz que viveu uma das maiores emoções de sua carreira até hoje e que ficou profundamente emocionado com a cena da cura de seu personagem. Para saber o que vai acontecer nos próximos capítulos, fique ligado na trama, que vai ao ar de segunda a sábado, às 20h45, na Record TV.

ler mais
Notícias relacionadas
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

A cura do Homem Hidrópico

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games