Cantor bêbado cai do palco

Essa é a segunda vez que um acidente assim acontece. Na primeira, ele quebrou a perna


Por Andre Batista / Imagem: Reprodução Instagram @foofighters

O músico Dave Grohl, líder da banda Foo Fighters, teve mais um acidente no palco. Dessa vez o cantor, bêbado, sofreu uma queda após ingerir uma lata inteira de cerveja de uma vez.

Grohl recebeu a bebida de alguém que assistia ao show na plateia. Ao tentar beber sem utilizar as mãos, derramou a cerveja sobre um amplificador. O cantor, então, parou de tocar sua guitarra, virou a lata e tentou voltar ao palco. Veja a queda no vídeo abaixo:

Vale lembrar que, há pouco mais de dois anos, Grohl sofreu uma queda similar. Na ocasião, ele quebrou uma das pernas, o que fez a banda cancelar grande parte de sua turnê pela Europa.

Dessa vez, não houve maiores danos físicos ao cantor bêbado.

Cantor bêbado dá exemplo do que não fazer

Dave Grohl ganhou destaque na música ao assumir a bateria da banda Nirvana. O vocalista dessa banda, Kurt Cobain, cometeu suicídio em decorrência do vício. Após fugir de uma clínica de reabilitação, Cobain atirou na própria cabeça, deixando para trás a banda, esposa e uma filha recém-nascida.

Mas nem essa nem outras experiências traumáticas fizeram com que Grohl permanecesse fora das drogas. Embora afirme que nunca usou as mais pesadas, o cantor não larga o álcool e por muito tempo permaneceu viciado em maconha.

Mesmo assim, Grohl afirma que não é alcoólatra. Mas, ao beber, ele é capaz de sofrer acidentes como o ocorrido em Las Vegas. Se Grohl sabe das consequências que o álcool traz, então, por que continua?

O que é o vício e como se libertar dele

O autor do livro “A última pedra”, Bispo Rogério Formigoni, explica que “vício é toda ação repetitiva que causa um dano”.

Grohl, como tantos outros, já sofreu inúmeros danos por culpa da bebida. Mas segue bebendo. Isso não seria um vício?

“Todo viciado vai afirmar que ele não é viciado, que ele é apenas usuário e que a hora que ele quiser ele vai parar”, explica o Bispo.

O problema é que “o vício tira a dignidade, o vício tira o afeto pela família, o vício tira a própria identidade”. Com isso vêm diversos transtornos: como perdas sentimentais e financeiras.

Embora a pessoa acredite ter controle, no momento em que inicia a prática de seu vício, seja ele qual for, ela entrega o controle ao espírito do vício. E aí surgem os prejuízos.

“O vício é um espírito que domina a mente dele, que domina os pensamentos dele, que fala pela boca dele, que anda por meio dele dizendo como ele tem que agir, como ele tem que falar”, explica o Bispo. “Arrancando esse espírito muda a mente, muda o coração, muda tudo”.

Para encontrar auxílio e se libertar desse espírito de vício participe do Tratamento Para a Cura dos Vícios. Clique aqui e saiba onde e quando acontecem as reuniões.

ler mais
Notícias relacionadas
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Cantor bêbado cai do palco

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games