Por que o homem tem tanta dificuldade de buscar ajuda?

Pode acreditar: você não tem como resolver todos os seus problemas sozinho


Por Eduardo Prestes / Foto: Fotolia

Contando ninguém acredita, mas, se perguntarmos por aí, vamos ouvir histórias de homens que acabaram tendo problemas sérios na vida porque não pediram ajuda a ninguém. Eles se fecharam para as outras pessoas, pois achavam que poderiam enfrentar sozinhos questões de saúde, entraves financeiros e aborrecimentos de ordem sentimental e não pediram auxílio quando o momento exigia esse tipo de atitude.

Duvido que você não conheça algum caso assim: um homem que, por vergonha, não foi ao médico quando apresentou sintomas de uma doença, pois achava que ele mesmo resolveria a situação, mas o problema se agravou. Ou, quem sabe, lembre da história do camarada que, em dificuldades para administrar o seu negócio, não perguntou ao colega mais experiente como deveria proceder e, por ser orgulhoso, faliu.

Há também aqueles caras que passam por um momento difícil com a esposa e de forma arrogante não pedem desculpas pelos erros que cometeram ou apoio dela para se corrigir e isso piora ainda mais a situação do casamento.

Fraqueza
Diante de episódios como esses, a pergunta é: por que o homem tem tanta dificuldade de buscar ajuda? A razão para esse comportamento é o orgulho masculino. O homem é naturalmente programado para ser sempre forte e um solucionador de problemas. No entendimento dele, buscar ajuda é admitir uma fraqueza. É como se estivesse confessando uma derrota e reconhecendo que não consegue vencer aquele determinado problema sozinho.

Espelho
Mas como surge um ser com essas características? É bem provável que em algum momento da infância tenha lhe faltado um bom exemplo paterno, pela separação precoce dos pais ou pelo falecimento repentino dele. Pode ser também que o pai maltratasse o filho ou que permitisse que o menino fizesse tudo e não impusesse limites. Seja qual for o motivo, é preciso considerar que a criança sempre se espelha no pai. Quando ele falta, o filho acaba aprendendo com quem está mais perto.

O pior disso tudo é que, muitas vezes, essa pode não ser a melhor opção, pois o aprendizado pode ocorrer com quem tem menos experiência do que ele ou com aqueles que têm interesses questionáveis, desvios de caráter e até envolvimento com o crime.

Escudo
Muitos homens usam as situações acima como uma espécie de escudo para a autoafirmação. São os primeiros a dizer: “sou assim porque passei por isso”. É lógico que todos passam por adversidades, mas, quando o homem percebe que elas podem estar atrapalhando a sua vida, pode ser uma boa oportunidade para realizar mudanças.

E, vamos combinar, não é possível justificar uma conduta equivocada dizendo que ela acontece porque você passou por situações parecidas com as que citamos. Esse argumento não convence ninguém.

Desafio
Por isso, propomos um desafio a você: nesta semana, identifique uma área em que você precisa de ajuda. Não vale reagir dizendo que está bem e que não precisa de auxílio para nada. Se agir dessa forma, provavelmente é o seu orgulho falando por você. Seja homem de verdade e encontre uma situação na qual está mais vulnerável e depois veja quem pode lhe ajudar. Obviamente, deve ser alguém que saiba mais e que possua mais capacidade ou autoridade do que você nessa determinada área.

O passo seguinte é ir até essa pessoa e solicitar um simples conselho ou, se for o caso, uma conversa mais séria. Inicie a sua mudança sem receio. Mudar pode até não ser fácil, mas dar primeiro passo é importante e só depende de você.

ler mais
Notícias relacionadas
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Por que o homem tem tanta dificuldade de buscar ajuda?

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games