A parábola das dez virgens: você tem sido prudente ou louco?

Entenda o alerta que o Senhor Jesus dá à Igreja por meio deste ensinamento

Por Núbia Onara / Foto: iStock

A Bíblia compara o relacionamento entre Jesus Cristo e a Sua Igreja com um casamento. Em diversas passagens nas Escrituras Sagradas é possível encontrar essa analogia. E uma delas é a parábola das dez virgens.

Nessa história, elas representam a Igreja e o noivo representa o Senhor Jesus.

Só que havia uma diferença entre as moças: cinco eram loucas e cinco eram prudentes.

Quando pensamos no significado de “ser louco” e “ser prudente”, vemos que o primeiro é “ser incoerente”, enquanto que o segundo “tem o hábito de se preparar antecipadamente”. E, de fato, as néscias eram incoerentes. Porque, sendo noivas, deviam estar atentas para que nada as impedissem de encontrar o noivo.

Essa parábola exemplifica a maneira como muitos cristãos vivem: como se não estivessem nos últimos dias que antecedem a volta de Jesus.

A cena foi retratada, recentemente, na novela Jesus, exibida de segunda a sexta-feira, a partir das 20h45, pela Record TV. Você pode revê-la no vídeo abaixo:

Todas dormiram

 “E, tardando o esposo, tosquenejaram todas, e adormeceram.” Mateus 25.5

Quantos têm ouvido que a volta do Senhor Jesus está próxima? Alguns se converteram há décadas e ainda a aguardam. Com os primeiros cristãos também aconteceu isso. Achavam que o retorno do Messias aconteceria ainda naquela geração (1 Tessalonicenses 4.13-18).

Porém, esse versículo da parábola mostra que Jesus pode não vir tão rapidamente, como alguns esperam. Em contrapartida, Ele aparecerá repentinamente e, infelizmente, muitos já estarão cansados.

“Mas à meia-noite ouviu-se um clamor: Aí vem o esposo, saí-lhe ao encontro.” Mateus 25.6

Nesse momento, quando o noivo chega, é tarde demais para se preparar. Porém as prudentes se anteciparam, ainda que estivessem dormido também. Elas pensaram naquilo que poderia dar errado: a lâmpada se apagar. Por isso, levaram consigo uma reserva de azeite.

Como eu guardo azeite?

 “Quando porém vier o Filho do homem, porventura achará fé na terra?” (Lucas 18.8).

Sem fé é impossível achegar-se a Deus, pois é ela quem nos dá condições de alcançar a Salvação. As lâmpadas trazidas pelas noivas simblizam a fé, que deve ser mantida acesa com o azeite.

Mas o que é esse azeite? São as ações que você pratica para manter a sua fé sempre acesa. É o cuidado constante no seu relacionamento com o Senhor Jesus (o Noivo). Entretanto, muitos não possuem essa reserva – mesmo que frequentem a igreja física. Porque, não cuidam da própria Salvação. E se esse zelo não existe, é porque não se importam com o Noivo.

 A escritora e apresentadora Cristiane Cardoso explica que a reposição do “azeite espiritual” deve ser diária, e não pode ser limitada à participação nas reuniões da igreja.

“Temos que ter uma fonte a jorrar todos os dias dentro da gente. Porque, todo dia pecamos. Todo dia temos maus olhos, orgulho. Pois, isso está em nossa humanidade. Mas se estamos constantemente preocupados em ter reserva de azeite, imediatamente – quando vivenciamos uma situação em que o orgulho quer falar mais alto, por exemplo -, por estarmos vigilantes, o Espírito Santo fala, ouvimos e nos corrigimos”, orienta.

O azeite está à disposição de todos, mas não é de graça. Requer sacrifício pessoal. Não cuidar da Salvação é loucura. Para os imprudentes, o Senhor Jesus dirá apenas: “Não vos conheço” (Lucas 13.27).

“Vigiai, pois, porque não sabeis o dia nem a hora em que o Filho do homem há de vir.” Mateus 25.13

Acompanhe a novela Jesus. Essa superprodução retrata em detalhes a belíssima trajetória do Senhor Jesus na missão de salvar a humanidade da morte eterna. Conheça os personagens, clicando aqui, e leia, diariamente, no Universal.org tudo o que acontece em cada capítulo.

ler mais
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

A parábola das dez virgens: você tem sido prudente ou louco?

[recaptcha]

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

[recaptcha]

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games