Curso ensina idioma para imigrante conseguir trabalho no Japão

O número de estrangeiros no país bateu recorde em 2018, diz pesquisa.


Por Unicom / Fotos: Cedidas

Salários menores e pouca oferta de trabalho é uma realidade comum entre os estrangeiros residentes no Japão. Isso porque os imigrantes que não falam o japonês são vistos apenas como mão-de-obra não-qualificada e desprovida de instrução, segundo a pesquisa divulgada pelo Ministério da Justiça do país.

Uma iniciativa do programa social Força Jovem Universal (FJU) oferece aulas de japonês gratuitamente para imigrantes, para que possam se integrar mais facilmente à comunidade e consigam melhores trabalhos.

A pesquisa também apontou que a população estrangeira no Japão ultrapassou os 2,5 milhões em 2018, recorde desde que o país começou a coletar os dados.

No curso, as aulas de japonês são ministradas por jovens voluntários, filhos de brasileiros, que nasceram e estudaram em escolas no Japão. Os professores ensinam os oriundos do Brasil, além de filipinos e indonésios a falar o idioma nas cidades de Toyohashi, Fuji e Hamamatsu, semanalmente.

Salários menores

 A pesquisa divulgada pelo Ministério da Justiça também informou que uma em cada quatro pessoas que haviam procurado um emprego no Japão, respondeu que a vaga lhe foi negada porque era estrangeira. Para 20% dos imigrantes entrevistados, a nacionalidade foi a razão apontada para receber um salário menor que os japoneses.

Para o coordenador da FJU do país, Pastor João Alberto, é muito difícil os estrangeiros residentes recomeçarem suas vidas no Japão. “A maioria vem com o intuito de ganhar muito dinheiro, mas se decepcionam com a realidade ao encontrar dificuldades na comunicação”.

Saiba mais sobre a FJU

Organizado desde a fundação da Igreja, em 1977, a Força Jovem Universal é um grupo formado por jovens voluntários que tem por objetivo ajudar outros adolescentes sem perspectiva de vida. A Força Jovem está presente em países das Américas, da Europa, da África, da Oceania e da Ásia.

O programa realiza eventos de caráter social sobre bullying, automutilação, depressão e outros temas relacionados à juventude. São realizados também torneios esportivos, shows de música gospel, competições de música e dança, gincanas e cursos.

A Força Jovem Universal também promove campanhas de doação de sangue, ações de solidariedade, faz visitas a hospitais, asilos e orfanatos.

ler mais
Notícias relacionadas
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Curso ensina idioma para imigrante conseguir trabalho no Japão

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games