63,2% dos idosos declaram ter hipertensão

Problema aumenta na terceira idade e pode levar a acidente vascular cerebral (AVC). Entenda


Por Rafaella Rizzo / Fotos: iStock - Cedida

De acordo com pesquisa do Ministério da Saúde, 24,4% dos adultos brasileiros declararam enfrentar a hipertensão. Nas pessoas com mais de 65 anos, a incidência é ainda maior: 63,2% dos idosos dizem sofrer com a doença. No planeta, o número também é alto: 1,5 bilhão de pessoas, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Especialistas da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo (SOCESP) explicam que o problema é o principal fator de risco para doenças cardiovasculares. Ela também aumenta o risco de perda do funcionamento dos rins, alteração da visão, incidência de infarto agudo do miocárdio e acidente vascular cerebral (AVC).

A doença geralmente é silenciosa: os sintomas só costumam aparecer em um estágio bem avançado. Mas com mudanças de hábitos e cultivando um estilo de vida saudável é possível prevenir ou retardar seu aparecimento.

Veja alguns fatores de risco da hipertensão arterial no idoso:

Idade superior a 65 anos

Hipertensão na família

Excesso de peso ou obesidade

Diabetes ou colesterol e triglicérides elevados

Consumo de bebidas alcoólicas e ser fumante

Descontrole emocional

Sedentarismo

Por isso, é muito importante fazer consultas anuais de rotina com o clínico geral, cardiologista ou geriatra, para que qualquer alteração seja detectada o mais cedo possível.

Mutirão descobre idosos com hipertensão e salva vidas

A fim de alertar os idosos sobre este mal, o projeto social Calebe ofereceu, gratuitamente, cerca de 200 mil atendimentos médicos neste final de ano. Os eventos aconteceram em todas as capitais brasileiras e em mais 40 países. Cada idoso passou por um exame ambulatorial e, logo após ter a pressão aferida, era encaminhado para um especialista.

“Descobri que estava com a pressão muito alta. Levei um susto! Mas, graças a Deus, fui atendida por um enfermeiro muito atencioso e comecei o meu tratamento no mesmo dia”, relatou Maria José Oliveira, de 59 anos.

Saiba mais sobre o Calebe

O programa social Calebe foi criado no Texas, nos Estados Unidos, em 2009, e, em setembro de 2012, chegou ao Brasil. Atualmente, está em cerca de 70 países.

O objetivo do grupo é proporcionar mais qualidade de vida à terceira idade, por intermédio de interação social, cursos, passeios e atividades físicas. O projeto visita asilos, hospitais e residências. Seus membros desenvolvem ações de entretenimento, saúde, beleza, orientações sociais, jurídicas e apoio psicológico.

São realizadas também palestras, atividades físicas e cursos, de forma regular e gratuita. Em 2017, aproximadamente 20 mil voluntários atenderam cerca de 3 milhões de pessoas no Brasil e exterior.

ler mais
Notícias relacionadas
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

63,2% dos idosos declaram ter hipertensão

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games