África do Sul: 16 dias de ativismo de combate à violência contra a mulher e a criança

Projeto Raabe realiza palestras e reuniões de conscientização, apoio espiritual e emocional às mulheres por todo o país


Por Redação / Fotos: cedidas

A campanha “16 dias de ativismo para não violência contra mulheres e crianças” é promovida anualmente pelo governo da África do Sul. O objetivo é discutir as causas e, junto à comunidade, encontrar soluções para o problema que afeta mulheres e crianças em todo o país.

Essa também é a causa pela qual o Projeto Raabe, da Universal, vem lutando desde que foi criado, em 2011. Por isso, abraçou essa campanha que aconteceu no período de 25 de novembro a 10 de  Dezembro de 2018.

Projeto Raabe realiza várias ações por todo o país

Durante os 16 dias, o Projeto Raabe promoveu várias ações, por todo o país, a fim de orientar e conscientizar às mulheres contra o abuso, bem como, oferecer apoio emocional e espiritual às vítimas.

Inicialmente, foi realizada uma reunião especial na Universal, com o tema “Raízes” que, posteriormente, foi levada a dois presídios da África do sul – de Port Elizabeh e  Upington. Na oportunidade, houve também aconselhamento individual.

Para Márcia Pires, responsável pelo projeto Raabe na África do Sul, conscientizar sobre o abuso e discutir estatísticas e metas para diminuir a contingência, sem dúvida, são ações importantes. “Porém, o apoio às vítimas visando reintegrá-las na sociedade, libertando-as dos complexos e medos, e conduzindo-as a conquistarem a paz interior, traduz para mim um ativismo prático com resultados imensuráveis. Esse é o nosso objetivo nesses 16 dias”.

No total, mais de 7,7 mil mulheres participaram da reunião especial, entre elas, 98 detentas. Sendo que mais de 1.300 passaram pelo atendimento individual.

Uma história de superação

A jovem Babalwa Mdlangazi possui um histórico de abuso e violência sexual. Durante muitos anos ela foi atormentada pelo ódio que lhe corroía por dentro. Ela estava presente na reunião e reconhece que se identificou muito com a história de vida de Márcia Pires.

“Minha mente retornou ao passado. Mas eu também vi que consegui vencer e arrancar todas as raízes que estavam controlando minha vida há muito tempo. Isso só foi possível graças aos aconselhamentos do grupo Raabe”.

Inclusive, ela conta que sua cura interior só aconteceu quando entendeu que precisava perdoar. E isso só aconteceu depois de participar do curso de autoconhecimento e receber os aconselhamentos.

“Hoje, sou uma pessoa completamente diferente. Meu passado não me controla mais. Deus me deu poder para vencer o que me aprisionava ao passado e me deu uma nova vida”, comemora.

ler mais
Notícias relacionadas
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

África do Sul: 16 dias de ativismo de combate à violência contra a mulher e a criança

[recaptcha]

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

[recaptcha]

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games