Dia do Alcoólico Recuperado alerta para consumo excessivo de bebida

Anualmente, mais de 3 milhões de pessoas no mundo perdem a vida em decorrência do álcool


Por Unicom / Foto: iStock

9 de dezembro é o Dia do Alcoólico Recuperado, data que serve para comemorar a vitória daqueles que abandonaram o vício, e também para incentivar que outras pessoas deixem o alcoolismo. No mundo, 3,3 milhões de pessoas morrem todos os anos em consequência da bebida.

O consumo de álcool em excesso causa dependência psicológica e mais de 200 doenças físicas e mentais, além de contribuir com conflitos nas relações familiares e sociais.

O Bispo Formigoni, coordenador do programa social Vício Tem Cura, explica que “vício é toda ação repetitiva que provoca um dano”. Para que o viciado consiga deixar o hábito, o apoio familiar é importante.

“Não espere que o dependente peça ajuda para que você comece a agir. Até porque, na maioria das vezes, ele diz não querer ajuda ou nega ser viciado”, declara o coordenador.

O Vício Tem Cura é um programa social que auxilia no tratamento de dependentes químicos e outros tipos de compulsões, como remédios, pornografia, jogos e internet, sem custos ou internações. Desde que foi criado, em 2014, mais de 3 milhões de pessoas em todo Brasil e mais 40 países, comprovaram que vício tem cura.

O tratamento para desintoxicação é feito em três etapas. A primeira delas é entender a razão de costumes prejudiciais que fogem ao controle da vontade do dependente. Em seguida, é necessário perceber a maneira como o vício atua na mente. A última fase, aprender a se livrar da dependência.

A psicóloga M. foi uma das beneficiadas pelo grupo. Depois de tentar suicídio ela decidiu buscar ajuda em uma clínica psiquiatra, mas só quando chegou ao Vício Tem Cura que conseguiu deixar o alcoolismo.

“Comecei a beber e fumar por volta dos 17, 18 anos. Gostava de ir em shows de rock e barzinhos. Bebia de dois a cinco litros de cerveja todos os dias. Ficava muito impulsiva, perdia o controle do meu corpo e fazia coisas que eu não me reconhecia fazendo depois”, disse a psicóloga.

“Fui aconselhada por uma amiga da minha mãe a vir para o tratamento da cura dos vícios. Daquele dia em diante, eu nunca mais bebi ou fumei. A minha transformação é algo que ninguém acredita por ter mudado tão rápido. Hoje estou bem financeiramente, tenho paz e uma felicidade que eu nunca senti na minha vida”, concluiu.

O trabalho com os dependentes é desenvolvido em reuniões abertas, encontros individuais, palestras e caravanas. O grupo realiza, ainda, eventos para os adolescentes alertando sobre os perigos das drogas.

Cresce número de mulheres alcoólatras

Uma pesquisa realizada pelo Ministério da Saúde nas capitais brasileiras, constatou aumento no número de mulheres alcoólatras. Segundo o estudo, o consumo entre pessoas do sexo feminino passou de 8,2% para 10,6%, no período de 2006 a 2010.

Os efeitos nocivos com a ingestão da bebida agem diferente entre homens e mulheres.  Com as mulheres, o álcool é absorvido 30% mais rápido e os motivos que levam elas a beber podem ser genéticos ou emocionais.

No Brasil, o consumo de bebida alcoólica por pessoa chegou a 8,9 litros em 2016, ultrapassando a média internacional que é de 6,4 litros para cada indivíduo. O País está na 49ª posição entre outras 193 nações. Os dados foram divulgados pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

 

ler mais
Notícias relacionadas
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Dia do Alcoólico Recuperado alerta para consumo excessivo de bebida

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games