Grupo realiza 1º Torneio de Futebol Society entre agentes penitenciários

UNP proporcionou momentos de lazer àqueles que executam um importante papel no serviço público. Entenda


Por Débora Picelli / Fotos: Cedidas pelo grupo UNP de Governador Valadares

O Brasil detém uma das maiores populações carcerárias do mundo. De acordo com dados do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), coletados no ano passado, o País só perdia – até então – no número de presos para os Estados Unidos, China e Rússia.

O último levantamento nacional de informações penitenciárias, realizado em junho de 2016, pelo Departamento Penitenciário Nacional (DEPEN), diz que a população prisional do País excedeu, pela primeira vez na história da época, a marca de 700 mil pessoas privadas de liberdade.

De acordo com o DEPEN, esse número expressivo de presos refere-se à soma das pessoas privadas de liberdade no sistema prisional estadual e nas carceragens das delegacias, além daquelas custodiadas no Sistema Penitenciário Federal, e representou um aumento de 707% em relação ao total registrado no início da década de 90.

Linha de frente

Capacitados para lidar com essa realidade, os agentes penitenciários – cuja profissão é considerada de alto risco -, realizam um importante papel no serviço público. São eles que servem como linha de frente para driblar o comportamento de quem está em reclusão.

No entanto, nem sempre eles têm seu trabalho valorizado. Por isso, a fim de mostrar o valor desses profissionais, que, muitas vezes, colocam suas vidas em risco em nome da segurança, o grupo Universal nos Presídios (UNP) promoveu o 1º Torneio de Futebol Society entre os agentes penitenciários do presídio regional de Governador Valadares, localizado no interior do estado de Minas Gerais.

As partidas aconteceram entre os meses de setembro e outubro, sempre às quartas-feiras, à noite, e contaram com a presença de 20 voluntários do UNP. A aceitação dos funcionários foi expressiva e mais de 80 agentes participaram dos jogos, formando um total de 6 equipes. Durante os encontros, os familiares também puderam acompanhar e prestigiar os funcionários.

Segundo Cristiano Santos, responsável pelo grupo UNP no local, esse tipo de interação é uma oportunidade de levar harmonia entre todos. “Durante a competição enfatizamos a importância do convívio, de lidar com as diferenças e blindar a família das situações que ocorrem dentro do presídio”, completou ele.

O maior aprendizado

A última partida, que aconteceu no dia 24 de outubro, contou com a presença de mais de 200 pessoas, dentre as quais, diretores da unidade, familiares e amigos. Os times campeão e vice-campeão ganharam troféus e medalhas, bem como o artilheiro do campeonato, o melhor jogador e o goleiro menos vazado.

Para o agente penitenciário Arlen Andrade Souza, de 39 anos, integrante do time campeão, o maior aprendizado, na verdade, foi saber conviver com as falhas e dificuldades de cada um para que pudessem, a cada jogo, fortalecer o time rumo ao objetivo: alcançar a vitória.

“O torneio foi uma forma de descontração dos funcionários, uma vez que trabalhamos a todo momento em estado de atenção”, disse ele.

Na oportunidade, como gesto de amor ao próximo, os convidados levaram um quilo de alimento não perecível, a fim de ser doado posteriormente a uma instituição carente, em nome dos próprios servidores públicos do presídio.

Levando a Palavra

Atualmente, o UNP de Governador Valadares conta com o auxílio de 160 voluntários que levam, de segunda a sexta-feira – na parte da manhã, e também à noite -, auxílio espiritual aos presos, agentes penitenciários, bem como aos funcionários em geral das unidades prisionais.

Para saber mais sobre as ações realizadas frequentemente pelo grupo, clique aqui. Caso queira detalhes de como se tornar um voluntário, encontre uma Universal mais próxima de sua casa e se informe com o pastor.

ler mais
Notícias relacionadas
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Grupo realiza 1º Torneio de Futebol Society entre agentes penitenciários

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games