Sedentarismo é pior do que tabagismo


Por Andre Batista / Imagem: iStock

O sedentarismo é pior do que o tabagismo. A conclusão é dos pesquisadores da Universidade de Cleveland (EUA), que analisaram mais de 100 mil pessoas durante oito anos. De acordo com os estudos realizados, sedentários apresentam mais riscos de morrerem precocemente do que fumantes.

O principal autor do estudo, o doutor Wael Jaber, declarou à rede de televisão local CNN que o sedentarismo “deve ser considerado um fator de risco para mortalidade da mesma forma que doenças como hipertensão, diabetes e tabagismo — se não for mais forte do que todas elas”.

Conforme revelou o estudo, não praticar atividades físicas regulares aumentam em 500% o risco de morte precoce em relação a quem pratica essas atividades. Já quem se exercita pouco tem risco 390% maior de morrer antes da hora.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) avalia que, atualmente, existem 1,4 bilhão de sedentários no mundo. Imagine quantas pessoas estão morrendo por causa disso.

É sua obrigação

Todo mundo tem o dever de praticar atividades físicas. E, como declara o escritor Renato Cardoso, criador do Projeto IntelliMen, “não estou falando aqui que o alvo é se tornar uma aberração fisiculturista, nem ganhar uma barriga tanquinho. Estou falando de boa saúde, disposição física e longevidade”.

Conforme o escritor nos lembra, a saúde física não deve ser negligenciada: “É importante que você adote um programa de treinamento adequado para seu corpo, condição física, idade — e que também caiba na sua agenda. Não venha com a desculpa de que ‘eu não tenho tempo para fazer exercícios.’ Preciso dizer que sua saúde é mais importante do que assistir TV, jogar videogame, ou ficar de bobeira na Internet? Será que você não consegue ajustar seu tempo e encontrar três horas por semana para cuidar do seu corpo?”

Para isso “não precisa ser membro de academia e nem ter personal trainer. Obviamente, se quiser seguir por esse caminho também não há problema. Mas o principal é você determinar que, no mínimo, três vezes por semana você vai tirar uma hora somente para fazer exercícios, mesmo que seja em casa”.

Trabalhos em locais que exigem pouco esforço físico, grandes cargas horárias e o crescimento do lazer proporcionado por telas (televisão, celular, videogames, etc) criam a cada dia mais sedentários, mais pessoas que trocam sua saúde física pela comodidade.

Existem milhares de atividades físicas disponíveis, para todos os gostos e bolsos. Cada pessoa pode optar por ser saudável ou falecer antes da hora.

Busque ajuda

Iniciar atividades físicas pode não ser tão simples quanto parece, especialmente para quem é sedentário. “Sugiro que se você é novo no assunto, consulte seu médico ou profissional de educação física. A maioria das escolas têm alguém competente, se você é estudante. Muitas empresas de médio e grande porte também oferecem este serviço aos funcionários. E se você tem seguro de saúde, provavelmente, conseguirá marcar uma consulta”, orienta Renato Cardoso.

Além de todas essas opções, o Sistema Único de Saúde (SUS) também oferece consultas clínicas para falar sobre o tema, além de, em muitas cidades, realizar atividades físicas com moradores junto à população.

Para saber mais sobre o assunto, clique aqui e leia o artigo completo do escritor Renato Cardoso.

ler mais
Notícias relacionadas
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Sedentarismo é pior do que tabagismo

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games