Ela era dona de padaria, mas ficou sem dinheiro para comprar pão

As decisões de Rosileine Martinez só aumentavam o seu vazio interior. Ele só teve um ponto final quando ela se entregou a Deus


Por Flavia Francellino / Foto: Demetrio Koch

Rosileine Martinez, de 43 anos (foto acima), teve uma lista de vícios extensa. Ela relata que sua relação com eles começou na infância, pois sua avó e seu pai eram alcoólatras. Assim, ela se tornou também dependente de álcool. “Cresci vendo minha avó beber e sempre tive curiosidade. Aos 11 anos, comecei a beber”, diz. Além disso, na vida adulta, consumia três maços de cigarro por dia, narguilé, maconha, lança-perfume, inalava benzina e tomava medicamentos.

Outra casa
Rosileine se casou e outros problemas surgiram. Ela descreve o que ocorreu: “eu tinha uma família maravilhosa, mas não tinha olhos para ela. Minha vida era de futilidade. Meu interesse eram a academia, compras e mais compras e cabeleireiro. Vivia para cuidar do meu corpo. Levava a vida de uma forma completamente egoísta, precisava ser o centro das atenções, queria estar rodeada de amigos, mas, na verdade, eram falsos amigos porque, depois que fali, não sobrou nenhum”.

Falência espiritual
Ela diz que já frequentava a Universal, mas que “só esquentava banco”. Com isso, novos problemas apareceram. “Com o passar do tempo, se eu estava na rua e queria comprar alguma coisa, tirava o valor que estava dentro do saquitel do dízimo. Foi quando minha vida começou a andar para trás e veio a falência do meu marido. Eu dormi dona de uma padaria/restaurante e acordei sem ter dinheiro para comprar pão. Além de todo o desgosto, recebemos o oficial de Justiça na nossa porta. Perdemos quase tudo”, relata.

A seguir, outro vício virou parte da rotina dela: “me tornei refém de remédio tarja preta para dormir. Cheguei a tomar nove comprimidos por dia e não adiantava”, alega.

Mudança real
A falência fez com que ela entendesse que o que mais precisava para se reerguer não era uma virada financeira, mas uma mudança interior. Então, ela percebeu a necessidade de buscar sua libertação espiritual e de entregar realmente sua vida a Deus – atitude que tomou há pouco mais de três anos.

“Tudo foi transformado dentro de mim quando recebi o Espírito Santo. Ele me deu um novo coração, mudou meus pensamentos, foi como se eu tivesse feito um transplante. Então, aquela Rose egoísta, viciada, egocêntrica, problemática morreu e surgiu uma nova Rose”, testemunha.

Agora as dificuldades não a abalam mais. “Nasceu um desejo de ganhar almas e de passar para as outras pessoas que Jesus me deu uma nova vida, porque sem o Espírito Santo eu não tinha vida. Hoje tenho paz e tranquilidade”, conclui Rosileine, que se formou recentemente em um curso de micropigmentação de sobrancelhas.

ler mais
Notícias relacionadas
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Ela era dona de padaria, mas ficou sem dinheiro para comprar pão

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games