Grupo que atua em presídios é homenageado em Araraquara


Por Rafaella Rizzo / Fotos: Cedidas

O grupo Universal nos Presídios (UNP) recebeu uma homenagem no fim de outubro, na Câmara Municipal de Araraquara, cidade localizada no interior do Estado de São Paulo. A iniciativa foi em decorrência do trabalho de evangelização e ressocialização realizado pelo UNP junto à população carcerária local.

O momento contou com a presença de autoridades políticas locais, empresários, o Bispo Eduardo Guilherme (responsável pelo UNP no Brasil) e 120 voluntários que acompanharam a solenidade e receberam um certificado de agradecimento pelos serviços prestados.

Uma delas foi a autônoma Denise Pereira Trevisan (foto ao lado), de 47 anos, que comenta a importância de participar do evento especial.

“Ao receber o certificado vejo que estou no caminho certo e isso me dá forças para fazer algo a mais pelo meu próximo”, fala.

Para o Bispo Eduardo a homenagem mostra a seriedade e reais intenções da Universal ao evangelizar a população carcerária.

“Este reconhecimento mostra a credibilidade do trabalho realizado, principalmente àqueles que tanto criticam a igreja. Eles podem ver o apoio que damos ao Estado, com a recuperação dos detentos”, disse o Bispo.

Assista no vídeo abaixo a reportagem completa da homenagem:

A prova de que o trabalho funciona

Além dos discursos, o momento contou com o depoimento do Pastor Marcos Datri (foto abaixo), um ex-presidiário ressocializado com a ajuda do UNP. “Comecei a furtar ainda criança e, por meio de amizades, fui me envolvendo na vida do crime. Aos 9 anos fiz meu primeiro assalto à mão armada”, conta.

Marcos foi crescendo nesse meio e aos 15 anos já gerenciava um cassino. As drogas, brigas e diversos outros crimes – inclusive homicídio – também fizeram parte de sua vida.

“Era conhecido como ‘Marcos Psicopata’ e durante mais de dez anos estive em várias prisões, inclusive o antigo Carandiru”, lembra.

Foram 18 anos como criminoso, mas sua vida mudou quando ele conheceu o poder da fé, por meio do grupo UNP.

“Após participar de uma reunião dentro do presídio fui tocado por Deus e decidi largar o crime naquele momento. Fui batizado nas águas, no Espírito Santo e passei a fazer reuniões dentro do presídio”, afirma.

Ele foi solto, casou-se e após passar muitas dificuldades financeiras, iniciou uma empresa, conquistou o sucesso financeiro, mas decidiu entregar tudo para fazer a obra de Deus. Hoje ele é pastor da Universal.

Confira as novidades do projeto Universal nos Presídios curtindo a página oficial do grupo.

Veja abaixo a galeria de fotos do evento:

 

ler mais
Notícias relacionadas
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Grupo que atua em presídios é homenageado em Araraquara

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Coordenadora de Conteúdo:

Repórteres:



E-mail para Contato:

Telefone:

Endereço

Cep:

Free WordPress Themes, Free Android Games