Maconha prejudica cérebro de adolescentes mais do que o álcool

Afirmação é de pesquisadores canadenses. Saiba mais


Por Rafaella Rizzo / Foto: iStock

Um estudo encabeçado por pesquisadores da Universidade de Montreal, no Canadá, afirma que a maconha é mais prejudicial para adolescentes do que o álcool. De acordo com eles, os danos causados pela droga são duradouros em cérebros ainda em desenvolvimento e que o impacto nas habilidades de raciocínio, memória e comportamento é pior do que o causado pela bebida. Seu uso também pode aumentar o risco de desenvolver doenças psicóticas.

A pesquisa acompanhou e testou 3.800 adolescentes por quatro anos, constatando que problemas em suas habilidades cognitivas, como aprendizado, atenção, tomada de decisões e desempenho acadêmico aumentaram à medida que eles consumiam mais cannabis. “Seus cérebros ainda estão se desenvolvendo e a maconha interfere nisso”, disse a professora do departamento de psiquiatria, Patricia Conrod.

Diversão?

O uso da maconha é visto por muitos jovens como uma “simples e inofensiva diversão”, fazem até parte de movimentos pela sua liberação, mas seus efeitos negativos são nítidos na saúde dos usuários, sociedade e família.

Israel é a prova desses malefícios: por dois anos foi viciado no entorpecente o que abalou o seu relacionamento com a mãe e trouxe perdas financeiras. Mas ao chegar ao Tratamento para Cura dos Vícios, realizado semanalmente na Universal, o jovem encontrou a libertação do problema.

Assista no vídeo abaixo a sua história na íntegra:


O Tratamento acontece todos os domingos, às 15h e 18h, na Avenida João Dias, 1800, em Santo Amaro, zona sul de São Paulo. Para saber os endereços em outros estados clique aqui.

ler mais
Notícias relacionadas
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Maconha prejudica cérebro de adolescentes mais do que o álcool

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games