O uso do narguilé está avançando entre os jovens brasileiros


Por Michele Roza / Foto: iStock e Marcelo Alves

Pesquisa do Ministério da Saúde com estudantes de escolas públicas e privadas de todo o Brasil revelou que o uso do narguilé avançou entre os jovens, principalmente nas regiões Sul e Sudeste do País. O narguilé é uma espécie de cachimbo de água utilizado para fumar tabaco aromatizado.

De acordo com o estudo, 9% dos alunos do 9º ano do ensino fundamental haviam fumado tabaco com o narguilé em 2015. Três anos antes, eram 7%. Foram analisadas 54 mil entrevistas em 2015.

O avanço do consumo do narguilé por jovens é uma ameaça à redução dos indicadores tabagistas (no Brasil, atualmente, cerca de 10% da população ainda é fumante) e um risco à saúde. Especialistas observam ainda que o uso do narguilé também amplia o risco de um adolescente se transformar em um fumante de cigarros convencionais.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) aponta que uma sessão de narguilé de 20 a 80 minutos corresponde à exposição de componentes tóxicos presentes na fumaça de cem cigarros.

Uma das principais substâncias do cigarro, responsável pela dependência do fumante, é a nicotina, considerada uma droga psicoativa pela OMS. Ela atua no sistema nervoso central do indivíduo assim como a cocaína – com o agravante de que chega até 4 vezes mais rápido ao cérebro.

Você conhece o Museu dos Vícios?

Mais de 1 de bilhão de pessoas em todo o mundo são fumantes. É um número muito expressivo para um vício que causa tanto mal. Por isso, é tão importante conscientizar, principalmente os jovens, dos males que também as drogas lícitas podem ocasionar na vida das pessoas.

O Museu dos Vícios foi criado para dar esse suporte para a conscientização. Localizado na Catedral da Universal João Dias, na capital paulista, ele registra o passado de inúmeras pessoas que se livraram de suas dependências ao frequentar as palestras do Tratamento para a Cura dos Vícios.

O especialista Rogério Formigoni, idealizador do Museu, contou que o local surgiu depois que diversas pessoas foram deixando no Tratamento o objeto que representava o vício com o qual sofreram e foram curadas, por exemplo, um maço de cigarros ou uma garrafa de bebida.

No local, os jovens podem conferir, de forma didática, os efeitos de algumas substâncias tóxicas no corpo humano. Dois pulmões feitos de resina ficam expostos ao público: um saudável, vermelho e que representa estar oxigenado, de um não fumante; e o outro, escuro e doente, de um fumante. Também há um modelo de resina de pé necrosado que demonstra os efeitos da nicotina.

Além disso, há ainda fotos e vídeos com relatos de pessoas que abandonaram o vício. O tour no Museu é gratuito e é permitido tirar fotografias do ambiente. As visitas poderão ser agendadas pelo e-mail atendimento@viciotemcura.com.

A cura é real

O Tratamento para a Cura dos Vícios, método sem internações, sem medicamentos e sem custos, já percorreu o Brasil inteiro, além de 40 países, e vem mostrando resultado real na vida daqueles que acreditam e querem se libertar dos vícios.

Participe das palestras que acontecem todos os domingos, às 15h e às 18h, na Avenida João Dias, 1.800, em Santo Amaro, zona sul de São Paulo. Ou, clique aqui, e procure por uma Universal mais próxima de você, no Brasil e exterior.

Para mais informações, você pode acessar agora mesmo o site www.viciotemcura.com e entrar em contato diretamente com a equipe do Tratamento pelo WhatsApp.

 

ler mais
Notícias relacionadas
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

O uso do narguilé está avançando entre os jovens brasileiros

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Coordenadora de Conteúdo:

Repórteres:



E-mail para Contato:

Telefone:

Endereço

Cep:

Free WordPress Themes, Free Android Games