“Caminhada do Amor”: o diálogo contra o divórcio


Por Michele Roza / Fotos: iStock e arquivo pessoal

Mais de 40 anos da instituição da lei do divórcio no Brasil (que vigora desde 1977) e chegamos a um cenário aonde um terço dos casamentos acaba em separação no país. Os dados são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) que fez um balanço entre os anos de 1984 e 2016.

O levantamento apontou que o número de casais legalmente separados disparou com o passar dos anos. Somente neste período foram mais de 7 milhões de divórcios ante 29 milhões de casamentos. Mas, o que leva um casal que escolheu se unir em matrimônio, querer se separar e dar um fim à vida a dois?

“Em geral, os casais se separam em função do distanciamento entre as expectativas criadas em torno do cônjuge e da relação, e a realidade cotidiana. Os efeitos desse distanciamento podem ser sentidos de diferentes maneiras, que expõem o quanto a conexão entre o casal se perdeu. Dinheiro, traição, ciúme excessivo, entre outras, são as principais causas apontadas pelas estatísticas como motivadoras de divórcio”, explica a psicóloga Angelita Corrêa Scardua, especializada nos estudos sobre felicidade e no desenvolvimento adulto.

Entretanto, os motivos listados estatisticamente são apenas o efeito conclusivo de uma dinâmica no relacionamento que já não está funcionando e das deficiências no conhecimento que os parceiros têm de si mesmos e do outro. “Esse desconhecimento está associado à imaturidade. Há muita fantasia em torno do casamento. Um casamento é uma construção diária, que exige dos envolvidos a disponibilidade para negociar as mínimas coisas, considerando as diferenças. Quando isso não acontece surge a frustração”, aponta a psicóloga.

O diálogo no relacionamento

Para evitar frustrações irremediáveis em uma relação, que levem ao divórcio, os casais precisam aprender a conversar. O diálogo é imprescindível para um relacionamento saudável e feliz.

“O exercício do diálogo exige sinceridade, acolhimento, tolerância, humildade, assertividade, autocrítica, capacidade para perdoar e se desculpar. Tudo pode ser superado em uma relação, desde que haja autêntica vontade de ambos e capacidade de dialogar sobre o problema. Um bom diálogo conduz à busca conjunta de soluções, gerando condições para o engajamento na mudança de comportamento (que é o melhor pedido de desculpas que podemos oferecer a alguém). Para que ocorra mudança real na relação, os dois lados precisam se envolver e querer melhorar”, conclui a psicóloga.

A Caminhada do Amor

É muito importante ouvir a opinião do outro, ser flexível e saber a forma certa de responder. É exatamente assim que pensa o casal Aline Serra Oliveira, de 35 anos, e Rogério de Oliveira, de 39 anos (foto ao lado), e como agem um com outro já há seis anos.

Em 2013, com cerca de um ano e meio de matrimônio, o casal já frequentava as aulas da Terapia do Amor”. Foi quando decidiram participar de um evento que traria a eles lições as quais reforçariam aquilo que sempre nutriram em seu relacionamento, o diálogo, e fariam toda a diferença no casamento.

O evento citado pelo casal é a “Caminhada do Amor”, realizado em todo o Brasil e diversos outros países e tem como principal objetivo oferecer uma oportunidade de diálogo e aproximar mais maridos e esposas, noivos e noivas, namorados e namoradas, e também solteiros que estão se conhecendo.

“Sempre levamos a sério e colocamos em prática os ensinamentos da Terapia do Amor. Entendemos que quanto mais nos conhecêssemos, teríamos menos dificuldade em resolver problemas cotidianos e nosso relacionamento seria sólido. O diálogo é essencial para o casal, porque só por meio dele conseguimos entender as necessidades um do outro. Desse ponto de vista, a Caminhada do Amor foi muito importante para nós. Além do mais, gostamos de sair, caminhar e de estarmos juntos para conversar. Momentos assim já fazem parte da nossa rotina desde a época do namoro”, conta Aline.

Participe da 5ª edição da “Caminhada do Amor”

Promovida pelo programa “The Love School”, da Record TV, apresentado pelos escritores Renato e Cristiane Cardoso, a 5ª edição da “Caminhada do Amor” acontecerá no próximo dia 13 de outubro, sábado, às 10h.

O evento será realizado simultaneamente em 120 cidades brasileiras e em mais 90 países, tais como: Alemanha, Angola, Bélgica, Bolívia, Estados Unidos, Inglaterra, Japão e Uruguai. São esperados 65 mil participantes no Brasil e 19 mil no exterior.

Em São Paulo, o ponto de encontro será no Parque do Ibirapuera – localizado na zona sul da capital paulista -, no portão 10. Renato e Cristiane Cardoso estarão no local dando mais orientações para os que estarão investindo em sua vida amorosa.

Cada casal participante pode adquirir o kit do evento que está à venda pela internet. Para mais informações sobre a caminhada, clique aqui.

 

ler mais
Notícias relacionadas
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

“Caminhada do Amor”: o diálogo contra o divórcio

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Coordenadora de Conteúdo:

Repórteres:



E-mail para Contato:

Telefone:

Endereço

Cep:

Free WordPress Themes, Free Android Games