Como você age diante dos problemas?

Obstáculos podem ser a oportunidade para se reinventar e buscar novos caminhos para velhas dificuldades


Por Rê Campbell / Foto: Fotolia

Em tempos de crise, os caminhos parecem ficar limitados. Faltam vagas e oportunidades e também dinheiro na conta-corrente. Mas como lidar com os problemas e evitar que eles cresçam? A história do jovem dinamarquês August Laustsen pode servir de inspiração. No ano passado, ele estava desempregado e entrou em contato com várias agências em busca de um trabalho como diretor de arte, mas não recebia retorno delas. Era difícil chamar a atenção dos empregadores.

Depois de várias tentativas sem sucesso, ele mudou de estratégia. O jovem avaliou o mercado e percebeu que as agências sempre têm tempo para dar retorno a potenciais clientes. August então decidiu se passar por um deles. Ele enviou um e-mail para algumas agências se apresentando como diretor de uma empresa fictícia chamada Emerih. Na mensagem, ele solicitava que o departamento de criação da empresa contatada olhasse seu site antes de marcar uma entrevista.

No site, ele revelava a pegadinha e aproveitava para mostrar seu portfólio e sua experiência. Ele ainda esclarecia que o nome da empresa Emerih, se lido de trás para a frente, é “hire me”, o que em português significa “contrate-me”. Ou seja, August já tinha formação e experiência na área. Sem gastar dinheiro, ele usou suas habilidades para encontrar um caminho diferente para driblar sua situação. A informação foi publicada no site Adweek.

Em tempos difíceis
Afinal, que tipo de postura adotar em momentos difíceis? O consultor de carreiras e negócios André Luiz Dametto, CEO da ALD Consultoria, diz que não existe uma receita de bolo. Entretanto ele explica que cada pessoa ou empresa deve fazer uma avaliação das próprias necessidades. “Feito este diagnóstico fica mais fácil planejar cenários e agir em prol dos mesmos. Infelizmente, muitas pessoas desanimam e entram em um círculo vicioso de melancolia e desamparo, então a dica que eu compartilho é: entenda seu momento, invista no autoconhecimento, planeje os próximos passos e aja”, afirma Dametto, que é professor de pós-graduação em gestão estratégica de pessoas na Escola de Engenharia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) Segundo ele, é importante não repetir erros antigos para evitar autossabotagem.

Dametto ainda destaca que a criatividade é um talento fundamental para lidar com as dificuldades no dia a dia. “Em um mundo cuja mudança é a única constante, ser criativo faz a diferença para empreender nos desafios ou sucumbir aos mesmos, seja no aspecto pessoal, seja no profissional.” Contudo a criatividade não surge pronta, mas deve ser desenvolvida e exercitada com a prática de atividades como contato com a natureza, esportes, voluntariado e leitura e escrita, entre outras.

Cenário atual
Fabiana Garcia, analista de recursos humanos da Crowe, observa que houve uma mudança na postura de muitos profissionais que voltaram ao mercado depois de ficarem desempregados. “As pessoas que estão retornando ao mercado depois de terem sido demitidas nos últimos anos buscaram mais especializações e cursos. Elas se prepararam para as novas demandas”, salienta.

Em cenários complicados, Fabiana recomenda que é importante ter disposição para sair da zona de conforto. “É necessário ampliar o olhar e não ter medo do novo, da mudança. O profissional deve se manter bem informado, atualizado. Quando participar de uma entrevista de emprego, vale a pena pedir um feedback. Além disso, existem sites e redes sociais gratuitas para expor o currículo”, finaliza.

O cenário do futuro
Apesar dos problemas econômicos que o Brasil ainda enfrenta, é possível encontrar oportunidades. Essa é a opinião de Carlos Franco, doutor em administração, coach e diretor da Planar Coaching, Training & Strategy. “Se analisarmos bem, historicamente o Brasil sempre esteve em crise, seja ética, seja política, seja econômica. Então, acho que é uma questão de postura. A crise pode ser um cenário de oportunidade, de se abrir para o novo e para o futuro. Não adianta chorar, é preciso buscar novas oportunidades ou criá-las”, orienta.

Ele alerta que a forma de buscar trabalho ou alavancar os negócios já não é mais a mesma do passado. “Não adianta só buscar emprego nos classificados ou mandar currículos. A primeira coisa é fazer uma autoavaliação, mapear todas as inteligências e identificar seus diferenciais. É preciso ter conhecimento e habilidade, ou seja, saber aplicá-lo; ter atitude e conhecer os próprios valores; e ser inovador, estar disposto a se reciclar sempre”, ensina.

E o Brasil?
Os exemplos dados pelos especialistas nesta reportagem mostram que é possível superar crises. Nesse sentido, é hora dos bons políticos brasileiros se reinventarem e mostrarem que realmente estão dispostos a contribuir com a mudança na situação do País. Por mais que o cenário seja desfavorável, é possível unir esforços, fazer um bom diagnóstico da situação e começar a agir. Só não vale cair na zona de conforto, pois os eleitores já cansaram da repetição dos mesmos erros.

5 dicas para se manter atualizado

  • Faça um diagnóstico da situação e avalie suas necessidades urgentes
  • Identifique suas habilidades, seus pontos fortes e os pontos em que precisa melhorarA
  • Não tenha medo da mudança, amplie seu olhar e busque outras formas de resolver as dificuldades
  • Exercite sua criatividade por meio de atividades como esportes, passeios em parques, leituras e tarefas em grupo
  • Mantenha-se informado, busque palestras e cursos gratuitos e participe de encontros com amigos

Congresso para o Sucesso 

Uma reunião que inspira novas ideias e traz motivação para superar desafios financeiros. Todas as segundas-feiras no Templo de Salomão em uma Universal mais próxima de você. Confira horários e endereços aqui

ler mais
Notícias relacionadas
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Como você age diante dos problemas?

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games