Você tem feito isso com seu companheiro(a)?

Saiba como e o que fazer para sair da rotina e transformar sua relação amorosa


Por Ana Carolina Cury / Foto: Fotolia, Demetrio Koch e Arquivo Pessoal

Antes do casamento, normalmente, os encontros entre os namorados são frequentes, seja para ir ao cinema, seja para apenas dar uma volta na praça ou no parque. Os passeios fazem com que o namoro se torne cada vez mais especial. Mas aí chega o casamento e esses momentos a dois começam a diminuir. Os anos passam, os filhos chegam e ter um tempo de qualidade não faz mais parte dos planos nem das prioridades do casal.

O que muitos não sabem é que deixar de cultivar um tempo para os dois pode trazer consequências graves para a relação amorosa. Segundo uma pesquisa realizada pela Universidade de Virgínia, casais que valorizam estar juntos pelo menos uma vez por semana melhoram o relacionamento e reduzem quase à metade o risco de divórcio.
Para a psicóloga Alessandra Souza de Amorim, a ausência de atividades entre marido e mulher causa afastamento físico e emocional. “E, dessa forma, gera frieza e indiferença de um quanto às necessidades do outro.”

A psicóloga Mônica Raouf El Bayeh diz que sair com o parceiro significa dedicar um tempo a ele e, por isso, é preciso que haja esforço das duas partes para que o momento seja especial. “O casal pode até estar junto mas com a atenção em outro lugar. Quantas vezes em restaurantes as pessoas estão mudas, cada uma voltada para o seu celular? É preciso buscar o olhar do outro, conversar, falar o que sente, compartilhar planos e sonhos, namorar. A proximidade fortalece a relação e constrói a intimidade”, explica.

O amor inteligente

A coordenadora de comunicação Ingrid Fausto Bacanhim, de 42 anos, e o consultor empresarial Charles Bacanhim Chagas, de 43 anos (foto acima), são casados há poucos meses, mas desde o início do namoro fizeram um acordo para sempre cultivarem os momentos a dois.

“Antes de conhecer o Charles, eu não valorizava isso. Achava que era bobagem passar um tempo com o outro. Pensava assim porque não acreditava no amor e achava que apenas meu sucesso profissional seria suficiente para ser realizada, mas, depois de conhecer a Terapia do Amor, passei a entender a importância desses momentos”, conta Ingrid.

Caminhada do Amor
No final de 2016, durante um trabalho que realizava como jornalista, Ingrid conheceu Charles, que também participava da Terapia do Amor. “Depois de um tempo, decidimos sair para conversar melhor. Foi quando lembramos da Caminhada do Amor”, se recorda Charles.

E assim, ao final da Caminhada do Amor, eles decidiram iniciar o namoro. “Fizemos todas as perguntas que o manual da Caminhada orientava. Foi uma experiência maravilhosa”, conta Ingrid.

A proposta da Caminhada do Amor é promover o diálogo e um momento prazeroso entre o casal. Infelizmente, o grande problema dos casais é a falta de diálogo. Eles ficam chateados um com o outro, se ofendem, emudecem, não chegam a um acordo, tudo porque não sabem dialogar com eficácia”, observa Renato Cardoso, idealizador do evento com Cristiane Cardoso, sua esposa e palestrante.

“Aprendemos que mesmo casados temos que tirar um tempo para ouvir, para falar e curtir um ao outro. Por isso, separamos sempre o sábado para nós. Com certeza, estaremos na próxima Caminhada do Amor”, conclui Ingrid.

Vida amorosa

Para saber mais como resolver os problemas da vida amorosa, participe das palestras da Terapia do Amor, todas às quintas-feiras, em uma Universal mais próxima de você. A cada palestra, casais, noivos, namorados e solteiros aprendem sobre o amor inteligente e como desenvolver o relacionamento a dois.

ler mais
Notícias relacionadas
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Você tem feito isso com seu companheiro(a)?

[recaptcha]

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

[recaptcha]

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games