Ações de projeto social proporcionam o bem-estar dos idosos

Saiba o que cientistas holandeses descobriram sobre a doença


Por Andre Batista / Imagem: Fotolia

Cientistas holandeses descobriram um remédio poderoso contra a demência. E esse remédio pode ser muito mais acessível do que a maioria das pessoas imagina.

De acordo com reportagem produzida pelo jornal norte-americano The New York Times, estudos da Universidade Livre de Amsterdã (Holanda) demonstram que a felicidade é o segredo para lutar contra doenças mentais degenerativas.

“Quanto mais o estresse for reduzido, melhor. Se você pode diminuir o estresse e o desconforto, isso tem um efeito fisiológico direto”, afirma o neuropsicólogo Erik Scherder, um dos maiores especialistas holandeses no assunto.

Conforme explica a reportagem, as técnicas utilizadas visam aumentar a interação entre os enfermos e despertar em cada um deles memórias felizes. Ao conversarem sobre as experiências positivas pelas quais passaram, os pacientes revivem aquela alegria e criam novas situações felizes, de conversas com novos amigos.

Entre as atividades propostas pelos pesquisadores estão danças, artesanatos e passeios – virtuais ou in loco.

“A ideia é desafiar o paciente de maneira positiva. Deixá-los na cadeira, passivos, faz a doença progredir muito mais rápido”, afirma Scherder.

Prevenção e combate

A demência é caracterizada por um conjunto de problemas mentais que atingem, quase sempre, pessoas com mais de 50 anos de idade. Ela é capaz de apagar memórias e personalidades e, até o momento, poucas doenças causadoras de demência são reversíveis. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), mais de 50 milhões de pessoas sofrem com a demência no mundo inteiro.

Por isso, é extremamente necessário exercitar o cérebro diariamente como forma de prevenção, ou mesmo para retardar o problema em quem já apresenta os sintomas.

Como citado acima, programas musicais (como danças e recitais), passeios e atividades manuais auxiliam nesse processo. Aprender coisas novas – como idiomas ou informática – também é muito importante. Outras ferramentas potentes são as boas amizades e a diminuição de tempo ocioso. Enfim, atividades que reduzam o estresse e a solidão e aumentem a felicidade.

Calebe em ação

O Grupo Calebe, da Universal, tem atuado desde 2012 com a intenção de promover o bem-estar dos idosos, combatendo, assim, problemas nos mais diferentes campos, como doenças físicas e mentais. Sérgio Gonçalves, líder do grupo no Brasil, explica:

“O Grupo Calebe tem desempenhado o papel de auxiliador no processo de superar traumas, e derrubar os medos que surgem com os anos. É comum ouvirmos dos idosos que eles são vítimas de rejeição, agressão e atacados em seu próprio lar, seja por palavras ofensivas, ataques físicos, entre outros.”

Para desempenhar esse papel o grupo desenvolve diversas atividades, tais como aulas de artesanato, dança, informática, idiomas e até mesmo alfabetização.

María Cabrera conta como teve uma grande melhora em sua saúde física e mental, depois de participar das atividades. “Eu tinha depressão, desejos de suicídio, problemas de saúde, familiares e sentimentais”, afirma ela. “Me convidaram para participar do grupo, então, passei a recuperar a confiança em mim mesma”.

Atualmente, o Calebe está em, aproximadamente, 110 países, incluindo o Brasil. São mais de 300 mil membros ativos, fora milhares de pessoas que são beneficiadas pelas ações sociais do grupo.

Para mais informações, acesse o perfil oficial do grupo no Facebook. Clique aqui e conheça as ações realizadas em todo o País.

ler mais
Notícias relacionadas
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Ações de projeto social proporcionam o bem-estar dos idosos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games