“Uma palavra mudou tudo”

Anderson Lopes cresceu com traumas e problemas espirituais. A Universal foi sua última porta


Por Camila Dantas / Foto: Mídia FJU/Arujá

Ficar trancado em um quarto escuro era a única saída que o soldador Anderson Lopes, de 26 anos (foto acima), encontrava. Por muito tempo sua vida foi marcada pela depressão e por problemas familiares. “Minha família estava destruída por conta do vício em álcool e em drogas de meu pai. Certo dia, ele expulsou minha mãe de casa só com a roupa do corpo”, explica.

Presenciar essa situação o levou a ter muitos traumas e um grande vazio em seu interior. Além disso, ele via vultos, ouvia vozes, não se alimentava direito e não via motivos para continuar vivendo. “Por muitas vezes, pensei em tirar minha própria vida. Me jogar na frente de um caminhão parecia a solução”, conta.

Ele se recorda que recorria a baladas e aos vícios e fazia “rachas” (corrida clandestina de carros) para tentar preencher o vazio. Na área amorosa, ele também era infeliz. “Minha vida sentimental era frustrada, eu não conseguia ser feliz no amor e, por isso, tive complexo de inferioridade.”

Ele recebeu o convite para ir a uma reunião na Universal, mas foi resistente. “Resisti muito por conta do que falavam da Igreja. Mas, por causa da minha situação e já não tendo mais a quem recorrer, resolvi ir”, lembra.

No primeiro dia que foi à Universal acontecia a corrente de libertação. Nela, ouviu que ali era a sua última porta.

“Uma palavra mudou tudo. O pastor disse que quem estivesse com a vida destruída e sofrendo fosse até o Altar e eu fui. Parecia que ele sabia o que eu passava.”

Quando Anderson decidiu obedecer ao que tinha ouvido, sua vida começou a ter uma nova perspectiva. “Disse a mim mesmo que dentro de mim não haveria mais espaço para o mal em minha vida, apenas para o Espírito Santo. Foi quando fui liberto”, esclarece.

Depois dessa decisão, ele ficou livre de todos os transtornos. Ao receber o Espírito Santo, seu interior foi preenchido. “Hoje sou livre. Não tenho mais complexos e sou realizado. A depressão não faz mais parte de mim”, conta.
O soldador também teve a família e a área amorosa restauradas. Tristezas, perturbações, vícios e traumas ficaram para trás. “Agora sou abençoado e feliz”, finaliza.

ler mais
Notícias relacionadas
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

“Uma palavra mudou tudo”

[recaptcha]

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

[recaptcha]

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games